Apenas metade de Final Fantasy XV será mundo aberto

Por Redação | 26 de Agosto de 2016 às 15h16

Depois de uma espera de dez anos, Final Fantasy XV finalmente está prestes a ser lançado. Tudo bem que ele sofreu um leve atraso recentemente, indo de setembro para o próximo mês de novembro, mas esse é um preço que os fãs aceitam pagar para ter de volta a famosa série de RPGs em toda sua pompa e glória. Quer dizer, em partes. Apesar de toda a expectativa dos jogadores de ver a franquia retomar a enormidade que sempre lhe foi característica, parece que o novo capítulo não será tão aberto quanto muitos imaginam.

Em entrevista à revista japonesa Famitsu, o diretor do game, Hajime Tabata, comentou um pouco sobre a estrutura da Final Fantasy XV e pegou todo mundo de surpresa ao revelar que apenas a primeira metade do jogo será efetivamente um mundo aberto, enquanto a segunda parte será bem mais linear. Segundo ele, essa decisão de dividir a experiência em dois momentos partiu da Square Enix para que a história pudesse progredir de maneira mais natural. Assim, os jogadores teriam toda a liberdade de explorar logo no início da trama e, quando as coisas começassem a apertar, o jogo passaria a conduzir os personagens para a sua conclusão.

Para Tabata, esse é um modelo bastante benéfico, pois evita fazer com que o usuário se sinta cansado do mundo aberto. Assim, ele consegue aproveitar tudo aquilo que o novo Final Fantasy XV tem a oferecer logo de início — quando ele ainda estiver empolgado com todas as novidades — ao mesmo tempo em que permite que a trama se desenvolva de maneira mais tradicional. Em tese, é exatamente o oposto ao que a própria Square fez com Final Fantasy XIII, no qual o jogador encontrava uma aventura extremamente linear e que se tornava aberta somente nas horas finais. E, levando em conta as críticas feitas a esse modelo, a inversão feita em FF XV pode mesmo ser um grande acerto.

Final Fantasy XV

Segundo diretor, jogadores precisarão entre 40 e 50 horas para terminar o game

Além disso tudo, o diretor revelou que Final Fantasy XV vai contar com dezesseis capítulos, numerados do zero ao quinze. Ao toda, de acordo com Tabata, a estimativa é que sejam necessárias entre 40 e 50 horas para terminar a campanha — o que significa que essa linearidade na segunda metade não foi feita para apressar as coisas e que o RPG será tão duradouro quanto se esperava inicialmente.

Final Fantasy XV chega aos consoles no próximo dia 30 de novembro e põe um fim à espera de mais de dez anos pelo game. Anunciado em 2006 ainda como Final Fantasy Versus XIII, o jogo deveria ser uma espécie de spin-off da saga iniciada por FF XIII e exclusivo do PlayStation 3. Porém, uma série de problemas fizeram com que a ideia original fosse descartada e o conceito teve de ser refeito. Agora, curiosamente, parece que a Square quer se afastar de vez de qualquer relação com Final Fantasy XIII para criar algo do jeito que os fãs desejam.

Via: Siliconera, Kotaku

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.