Antigas fases de Super Mario Bros. eram desenhadas à mão

Por Redação | 22 de Junho de 2015 às 12h23

No próximo dia 11 de setembro, a Nintendo lança exclusivamente no Wii U o game Super Mario Maker, que vai transformar todo e qualquer fã em designer de fases para o encanador mais famoso do mundo. E, em um vídeo liberado na última semana, durante a E3 2015, os designers Shigeru Miyamoto e Takashi Tezuka revelaram os bastidores da criação do primeiro game da série, que, longe das ferramentas especiais, contava com papel e caneta para montagem dos cenários.

Em seis minutos de conversa, a conceituada dupla revela os papéis quadriculados e desenhos feitos à mão que serviram como base para um dos jogos de plataforma mais conhecidos de todos os tempos. Essa foi a base, inclusive, para a criação de Super Mario Maker, que confia em uma tela baseada em grids e em ferramentas simples, porém, avançadas, para permitir que os fãs criem fases para Mario.

Miyamoto explica que, uma vez que uma ideia de estágio era concebida, os esboços eram passados aos programadores para que a viabilidade do desafio fosse verificada. Em um trabalho conjunto, edições iam sendo feitas nos desenhos originais utilizando folhas de seda, que faziam as alterações sobre o trabalho original sem transformá-los em uma bagunça, ao mesmo tempo em que permitiam observar o andamento do projeto.

De acordo com a Nintendo, o sistema utilizado hoje em dia pelos produtores dos títulos da franquia é essencialmente o mesmo que estará disponível para os jogadores no Wii U. Em sua versão comercial, claro, existem simplificações, mas os usuários terão basicamente acesso a toda a biblioteca de personagens, plataformas, inimigos, elementos de cenário, visuais e todos os artigos que transformam os jogos em algo único.

Com isso, explica a dupla, os jogadores não apenas poderão dar vida a conceitos originais que acabaram nunca sendo usados nos games, como também criar novas interações com oponentes e cenários conhecidos. No vídeo que você pode ver acima, por exemplo, Goombas aparecem indefesos em uma fase aquática, já que são incapazes de nadar, enquanto em outro cenário Mario utiliza uma nuvem para voar sobre os inimigos e bombardeá-los com bolas de fogo, algo que acabou nunca dando as caras oficialmente.

O game comemora o aniversário de 30 anos do primeiro jogo de Mario, que chegou às lojas do Japão no dia 13 de setembro de 1985 e permanece, até hoje, como um dos melhores jogos de todos os tempos. Em Super Mario Maker jogadores poderão prestar homenagens e criar desafios, tornando a diversão basicamente infinita.

Fonte: Nintendo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.