Amiibos da Nintendo se esgotam e preços disparam

Por Redação | 08 de Abril de 2015 às 09h53

Ao bater o olho na imagem desta matéria, a impressão que você pode ter é de que se trata de apenas alguns bonequinhos para colecionadores e fãs da Nintendo. Os brinquedos, chamados de amiibos, porém, vão muito além disso.

Trata-se de um modo criativo que a companhia japonesa arrumou de vender conteúdo extra para seus games. Os amiibos, lançados na E3 2014, são bonecos equipados com chips que podem ativar conteúdo extra no Wii U, por exemplo. Basta que o jogador coloque o chip no GamePad do console e novos recursos do personagem serão liberados.

São mais de 50 brinquedos representando os mais diversos personagens dos games da icônica empresa. Um dos grandes motivos para o sucesso absoluto dos amiibos é justamente a variedade. Velhos e queridos nomes como Mario, Pikachu, Kirby e Link fazem parte da coleção, atraindo os fãs mais antigos, mas outros personagens mais recentes não ficaram de fora, caso de Marth (personagem da série "Fire Ensemble") e Villager (do game "Animal Crossing"), cujas vendas foram alavancadas pelo público da nova geração.

O problema é que os brinquedos causaram alvoroço tão grande no mercado que começaram a se tornar raros, disputados por colecionadores e especulados por revendedores e cambistas espalhados pela internet. Há bonecos tão difíceis de achar, como o Captain Falcon, do clássico game "F-Zero", do Super Nintendo, que só podem ser encontrados em leilões espalhados pela web e por preços que podem chegar ao quádruplo do vendido originalmente pela Nintendo (no caso do Captain Falcon, o preço de leilão chegou a US$ 40, enquanto a Nintendo cobrava US$ 13). Sites como eBay e Amazon não ficam muito atrás nos valores pedidos pelos bonecos, especialmente aqueles mais difíceis de encontrar, como Donkey Kong e Mega Man.

Nas tabelas abaixo, o ranking com as vendas pode ser visto em mais detalhes. As informações são referentes ao 3º trimestre de 2014. A primeira tabela mostra as vendas feitas pela Nintendo para os varejistas, enquanto a segunda apresenta as vendas feitas diretamente para os consumidores.

amiibo vendas
amiibo vendas 2

Para se ter ideia de quão inesperado e gigantesco foi o sucesso dos amiibos, há alguns dias a Nintendo anunciou o início da pré-venda de alguns novos personagens da coleção. Foram tantos revendedores e clientes tentando comprar os bonecos ao mesmo tempo em o site da maior verejista de games do mundo, a GameStop, caiu. A loja teve que fazer todo o atendimento aos interessados nos produtos da empresa japonesa nas lojas físicas.

A Nintendo, por sua vez, prometeu aumentar a produção dos brinquedos (a solução mais óbvia) "caso um número suficiente de consumidores peça por mais". Apesar da "boa vontade" da companhia, até agora a medida não foi tomada e tem muito fã por ai irritado e desesperado com toda essa situação.

Fonte: Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.