Ações da Nintendo cresceram mais de 50% desde o lançamento de Pokémon GO

Por Redação | 14 de Julho de 2016 às 16h30
photo_camera Divulgação

A Nintendo continua rindo à toa com o sucesso de Pokémon GO, tanto que as ações da empresa registraram um novo patamar na manhã desta quinta-feira (14). Pouco antes do intervalo do pregão na Bolsa de Valores de Tóquio, no Japão, a ação da companhia japonesa chegou a 25.460 ienes, em alta de 16,62%. Em menos de uma semana, os papéis do grupo já avançaram mais de 50%.

Para efeito de comparação, há uma semana, as ações da Big N acumularam valorização de 36%. Na última segunda-feira (11), o papel encerrou com alta de 24,5% — o maior nível alcançado pela empresa desde 1983, época em que a entidade lançou o Famicon no território japonês. Só o valor de mercado da Nintendo recebeu um aumento de US$ 7,5 bilhões (cerca de R$ 25 bilhões na cotação atual) por conta do sucesso avassalador do game mais recente de Pokémon.

Pokémon GO foi criado pela Niantic, que se desligou do Google no ano passado, e pela Pokémon Company — ambas possuem participações da Nintendo e, por isso, o jogo não deve ser uma fonte de lucro imediato para a Nintendo, uma vez que é gratuito e a companhia não é a única investidora. Mesmo assim, analistas acreditam que o título dará um forte impulso à marca que publica os games dos famosos monstrinhos.

Além disso, é importante destacar que Pokémon Go só está disponível em apenas quatro países: Austrália, Estados Unidos, Nova Zelândia e recentemente na Alemanha. A Nintendo afirma que o jogo será lançado mundialmente em breve, o que deve elevar ainda mais o valor das ações da companhia.

Segundo dados da empresa de análise SurveyMonkey, Pokémon GO é o título para smartphones mais bem-sucedido da história dos Estados Unidos, com 21 milhões de usuários ativos por dia em 24 horas, superando outros sucessos como Draw Something e Candy Crush, com 16 e 20 milhões de usuários, respectivamente. Inclusive, os jogadores têm passado mais tempo no game do que em outras grandes plataformas, entre elas o Facebook e o Snapchat.

Em Pokémon GO, os jogadores utilizam o sistema de localização por satélite dos smartphones e suas câmeras para encontrar os monstros em lugares do mundo real. O título mistura elementos característicos da franquia com realidade aumentada, permitindo que os usuários apontem a câmera do aparelho para capturar os pokémon que, posteriormente, precisam ser treinados para que consigam evoluir.

Fonte: BBC

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!