Sleeping Dogs, um concorrente à altura para a série GTA

Por Felipe Santana Felix

Sleeping Dogs é uma "surpresa" bem vinda ao gênero de ação e aventura em mundo aberto, não só por implementar um ambiente diferente dos já trabalhados, dominado por cidades norte-americanas, mas por tomar a ação como principal elemento em um ambiente que acaba sendo sempre muito abrangente.

Tendo como tema central a missão de Triad, um policial que deve se infiltrar na máfia chinesa, o desenvolvimento da história acaba por não surpreender, porém, sentir empatia por Wei, o personagem principal, e as pessoas com quem ele se relaciona é normal. Isso acabou por realmente me fazer tomar partido de um lado em diversos acontecimentos.

Durante a aventura, elementos da vida do policial estão presentes na evolução de habilidades de combate e perícia; isso faz com que os jogadores escolham trilhar mais um dos caminhos ao invés do outro. Na linha de missão azul a história não é tão interessante, já na verde será necessário se preparar em diversos aspectos para não morrer.

Tudo no jogo envolve ação e isso é o grande destaque do título. Moldando os movimentos de Wei de forma perfeita, em qualquer situação tudo exala testosterona. O combate corpo a corpo tem o game play mais envolvente do gênero, com interação em cenários, efeitos de finalizações e movimentos tirados do lutador de MMA St Pierre, "próximo" adversário do Spider. É realmente bom correr, pular, chutar, socar, esfaquear e dirigir.

O combate corpo a corpo agrada bastante por um número bom de variedades de golpes marciais atrelados a um sistema de "slow motion power up" a cada golpe de peso, knock down ou interação com carros, ventilações e obstáculos. Nem me liguei quando vi que havia acabado com mais de 150 chineses que apareciam do nada.

Na evolução do game play o contato com armas de fogo dá mais agilidade às coisas. Com saltos entre obstáculos e uma bela utilização do famoso bullet time, fiquei feliz em matar quase todos os asiáticos do cenário e me sentir o "top" do momento.

O jogo também surpreende com um bom controle de direção dos veículos e a possibilidade de realmente participar de uma perseguição de carro onde pode-se atirar ao dirigir e mudar de veículos em plena velocidade, até assaltos a carros ficaram bem mais emocionantes.

No desenvolvimento de missões principais e paralelas temos outros eventos, até mesmo fixos, que envolvem corridas de rua, clube da luta, jogatina e briga de galo. Vendo tudo isso, fica fácil entender o porquê de Hong Kong ser uma das cidades - lá se pode encontrar e fazer de tudo! Até mesmo perseguir pessoas enquanto se dirige um caminhãozinho de galinhas, escuta música tradicional chinesa e esboça um sorriso de canto de boca por passar por uma situação estranhamente inusitada.

Esse tipo de situação ocorre em diversos momentos do jogo, já que a maior parte da trilha sonora é composta por temas chineses. Ponto positivo para os produtores que acabaram gerando ambientação de qualidade a uma cidade asiática que gosta de mostrar suas diferenças culturais.

Neste tipo de jogo o "GPS" é extremamente importante para se guiar de forma rápida e o "guia" de Sleeping Dogs decepciona. O caminho demora a mudar quando se pega outra rota e em diversas vezes fornece um percurso traçando a rota mais segura, sem risco algum. Todos os trajetos são legalmente corretos. Em jogos que envolvem crime e policia, uma rota rápida para chegar até onde se quer é extremamente bem vinda.

Os demais problemas foram pequenos bugs em algumas ações como escalar a lateral de uma parede onde não há parede, saltos de altura mediana que transformavam Wei em um boneco quicante e inimigos travados em sacadas de prédio ou lugares mais angulados. Quanto aos gráficos, não há nada que nos faça babar de boca aberta.

Em meio a brigas de rua, tiroteios por todo lado e lojas de noodles para sete refeições, necessárias para manter o health alto, Sleeping Dogs dá aquela sensação gostosa de felicidade quando vemos uma nova franquia, com um jogo bem legal e um bom potencial, mandando aquela mensagem de alerta para os concorrentes.

Gráfico: 8,0

Som: 7,0

Jogabilidade: 8,5

Diversão: 9,0

Nota Geral: 8,0

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.