Quatro dias seguidos de Call of Duty: Modern Warfare 3 levam jovem a colapso

Por Redação | 09.08.2012 às 13:51 - atualizado em 09.08.2012 às 18:37

Tem horas que a gente se pergunta até onde vai o limite do ser humano, e são respostas como a que temos a seguir que resolvem a questão. A estafa, o cansaço e tudo o que influencia o nosso corpo ao esgotamento, podem nos levar a morte. Este é um fato que já foi comprovado várias vezes, mas mesmo assim algumas pessoas insistem em se achar super-heroínas a ponto de seguirem com insanidades como a que quase tirou a vida de um jovem de 15 anos, nesta semana.

um rapaz americano resolveu jogar até ir por terra, literalmente. E não venham culpar outro MMO, porque agora o game que dobrou a vida desse cara do avesso foi Call of Duty Modern Warfare 3.

De acordo com o site USToday, o canal de TV americano WCMH-TV entrevistou a mãe do garoto que informou que seu filho surgiu de seu quarto após quatro dias seguidos jogando o FPS, totalmente apático, quando entrou em colapso, precisando de ajuda médica. Ela também relatou que ele não esqueceu de comer, mas em nenhum momento se hidratou.

O médico responsável pelo caso, Dr. Mike Patrick, do Nationwide Children's Hospital, deixou claro ao jornal que é importante a abundância de alimentos e líquidos, além de algumas pausas para a realização de exercício físico e para dormir.

Na emergência, o garoto também aproveitou para "se defender": "Poxa vida, eu não achava que alimentos e líquidos eram importantes. Estava tão acostumado com esse ritmo, chegando a passar fins de semana jogando direto. Não achei que ficar sentado apenas, com um controle na mão jogando, fosse tão perigoso a ponto de me fazer passar mal".

O que esse menino realmente achou que ia acontecer nessa situação? Bom, pessoal, que sirva de lição não só esse caso, mas outros que ocorreram e continuam ocorrendo por falta de noção de alguns jogadores totalmente inexperientes. E, pais, por favor, fiquem de olhos nos seus filhos, pois alguém que está do lado e não percebe um absurdo desses é tão negligente quanto.

A mãe do americano, como forma de castigo, tirou seu Xbox360. Só resta saber até quando, não é?