Próximos consoles da Sony não devem aceitar jogos usados

Por Redação | 03 de Janeiro de 2013 às 13h50

Os próximos consoles da Sony não vão aceitar o uso de jogos usados. Pelo menos é o que diz uma nova patente registrada pela companhia, que vai bloquear títulos de segunda mão em seus futuros videogames.

De acordo com o NeoGAF, a tecnologia será baseada em Near Field Communication (NFC) - sistema que permite a troca de dados entre aparelhos colocados muito próximos - e vai identificar informações dos jogos do usuário, incluindo os locais onde foram usados. Se a ferramenta perceber que o título já fora utilizado em outro aparelho, bloqueará automaticamente o game no dispositivo daquele jogador. Dessa forma, não será mais possível trocar jogos com amigos e nem comprar discos usados em lojas.

A patente revela que essa tecnologia vai garantir o retorno de lucro das vendas para empresas e desenvolvedores. Além disso, o documento ainda afirma que o recurso poderá ser usado não apenas em jogos eletrônicos, mas também em outros tipos de mídias, como programas, imagens e conteúdo musical.

Contudo, vale lembrar que o registro da patente não implica seu uso nos produtos da Sony. No ano passado, o CEO da Sony Computer Entertainment da América, Jack Tretton, declarou ser contra o bloqueio de games usados por considerar tal atitude uma ação anti-consumidor. Por outro lado, a decisão final será da Sony japonesa, que não se manifestou sobre o assunto.

Esta não é a primeira vez que aparece um rumor como esse. Em novembro do ano passado, a revista PSM3, do Reino Unido, publicou um especial com 15 detalhes inéditos sobre o sucessor do PlayStation 3. Um deles era justamente esse bloqueio de jogos de segunda mão, já que cada título deverá vir com um código de segurança que será registrado apenas na conta PSN do primeiro comprador.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!