Ouya deve seguir padrão de celulares e ter um modelo novo por ano

Por Redação | 08 de Fevereiro de 2013 às 06h00

O Ouya, o novo console criado a partir de crowdfunding que promete democratizar o mercado de games, deverá se afastar do modelo de lançamento de consoles e ter uma versão nova por ano. Atualmente, consoles possuem uma vida útil de cerca de cinco anos, quando são atualizados para uma nova geração - como deve acontecer neste ano com a chegada do novo Xbox e do PlayStation 4. "Nossa estratégia é muito similar à estratégia de dispositivos móveis", disse a CEO Julie Uhrman após uma apresentação no congresso de artes e ciências DICE.

"Nós tiraremos proveito de processadores melhores e mais rápidos, de preços caindo. Então, se nós pudermos colocar mais do que 8GB de memória flash na nossa caixa, nós colocaremos", completou.

Apesar de lançar expectativa de um Ouya 2 e Ouya 3 já nós próximos anos, Julie garante aos gamers que todos os jogos para o console serão compatíveis com as gerações anteriores, na contramão dos grandes consoles como Sony e Xbox. "Os jogos estarão presos a você, o gamer [como o Steam], ao invés de prender uma licença para jogar ao hardware que você comprou", explicou.

Os primeiros modelos do console começarão a ser distribuídos para os apoiadores do projeto no Kickstarter em março deste ano, e chegarão às lojas em junho.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!