Ouroboros é o batmóvel dos mouses de alto desempenho

Por Felipe Santana Felix

Uma das grandes críticas em relação ao portfólio de mouses da Razer era a inexistência de um produto que se adaptasse às necessidades ergonômicas de qualquer usuário.

A empresa é uma das maiores fabricantes de periféricos para games do mundo e sempre foi lembrada por ter os melhores mouses do mercado, mas após o sucesso da linha Cyborg R.A.T, da MadCatz, veículos e certa parcela de consumidores começaram a repensar seu conceito sobre mouses e o nicho de ratos “transformers” ganhou inúmeros seguidores.

Com o objetivo de preencher esta lacuna em sua linha de produtos, em 2012, a Razer anunciou seu novo modelo de mouse avassalador. Com algumas características similares ao R.A.T, o Razer Ouroboros fornece um pacote completo com destaque para design, composição e resposta extremamente rápida a qualquer comando.

De frente com um monstro

Ouroboros tem a melhor composição ergonômica da linha de mouses da empresa. Todos os seus elementos fazem parte de um conjunto que possibilita a customização de grande parte dos principais elementos em um mouse.

Painéis laterais, comprimento de corpo e altura traseira podem ser regulados de acordo com a empunhadura e tamanho de mão. Com isso, o equipamento fornece inúmeras variáveis de customização de corpo, seja para mãos grandes, pequenas, finas ou gordas.

Todos os componentes do mouse são feitos de borracha e polímero áspero. Os botões são bem distribuídos e calibrados para dar facilidade e segurança ao click.

O equipamento, assim como outros da fabricante, também utiliza a tecnologia 4G dual sensor e tem a capacidade de chegar aos monstruosos 8200dpi, além disso, ele possui uma entrada de pilha AA e estação para uso wireless.

Como se tudo isso não fosse bom o suficiente, o Ouroboros é uma obra para se guardar com orgulho na sala. O equipamento possui curvas agressivas e extremamente elegantes, com luzes verdes pipocando entre as arestas laterais. Parece que o equipamento saiu de The Dark Knight.

Cinto de utilidades

Durante uma semana fizemos testes em diversos gêneros diferentes. RPG, RTS, MOBA, Action Game e FPS. Com configurações elaboradas adequadamente no Synapse, o mouse mostrou resultados apaixonantes.

O polímero áspero, presente em todo o mouse, parece um velcro. A partir do momento que a mão pousa no periférico a sensação é de que ele faz parte do corpo do usuário. Em uma jogatina de horas, dificilmente palma da mão e dedos escorregam, deslizam ou ficam tensos.

Seus 11 botões são facilmente customizáveis via Synapse e, se bem programados, podem melhorar absurdamente o desempenho do jogador, principalmente em shooter games.

As teclas centrais, próximas à roda do mouse, são configurados para reduzir e aumentar o DPI de acordo com o desejo do jogador. Com isso, é possível alterar totalmente o estilo de jogo de acordo com a arma utilizada. Recurso perfeito para jogadores que gostam de andar com armas de assalto e longo alcance.

As duas peças de comando principais são bem alongadas. Com esse design, a resposta do 'sistema nervoso periférico' às inúmeras situações in game pode acontecer mais rápido e com mais frequência.

As únicas considerações realmente negativas sobre a estrutura e botões ficam por conta da calibragem dos painéis centrais das laterais e da falta de diversidade das peças customizáveis.

Pode não parecer, mas as laterais desmontáveis do Ouroboros são dois grandes e duros botões. Pressionar o painel acaba demandando mais força e isso pode incomodar alguns jogadores, até mesmo atrapalhando em situações mais dinâmicas e frenéticas. Pelo menos a Razer inseriu possibilidade de inutilizar estes botões com travas presentes na parte de baixo do aparelho, ao lado dos sensores.

Os dois pares de peças magnéticas que podem ser encaixados nestas laterais atendem necessidades de descanso e pegadas diferentes, mas apenas duas opções de troca podem não oferecer a customização que alguns consumidores esperam.

O mesmo argumento é valido para a traseira retrátil. Suas regulagens de trilho e altura fornecem resultados adequados para qualquer uma das três tradicionais pegadas, mas uma peça de outro material poderia ser incorporada ao produto. Talvez uma emborrachada com sulcos, ou até mesmo uma peça mais longa do polímero que compõe o mouse.

Batwire

A base da estação wireless gruda em qualquer superfície, fornecendo segurança e rápido reconhecimento aos movimentos do mouse. Basta conectar o computador ao dispositivo e ativá-lo. Em uma configuração de luzes mediana, é possível jogar no mínimo por 12h.

A experiência com cabo e sem cabo é idêntica, portanto se livrar do cabo é a melhor opção para qualquer um. Mas aí, é preciso manter um bom estoque de pilhas recarregáveis sempre à disposição.

O grande problema em relação ao uso sem fio é que a pilha recarregável AA, que acompanha o produto, precisa estar dentro do mouse enquanto o equipamento está conectado ao carregador da base, ou seja, carregar a pilha pela base impossibilita o uso do Ouroboros.

Santo Mouse, Batman!

Este é o primeiro mouse realmente customizável da Razer, mas parece que a empresa queria entregar mais que um carrinho que troca de roda ao usuário. O conjunto do Ouroboros é muito forte.

Ele pode não ser tão “mutante” quanto um Cyborg R.A.T mas sua construção é mais bela, suas laterais mais funcionais e o mouse é o mais democrático possível em relação a experiência, devido a todos os recursos muito bem inseridos no produto. O mouse pode até mesmo ser configurado e remodelado para utilização de um canhoto.

Não importa quem você seja, quantos mouses pros já teve ou se seu mouse pad é uma tábua de carne, o Razer Ouroboros atenderá suas medidas e executará seus comandos de forma instantânea, fornecendo uma das melhores experiências que um mouse pode dar, e que o dinheiro pode comprar.

Enquanto nos EUA ele custa cerca de US$159, seu preço em moeda brasileira é de R$700. O mouse é um dos mais caros do mercado americano, mesmo assim, lá, sua compra é justificável devido a todos os recursos já mencionados e a ausência dos impostos astronômicos para este tipo de produto.

Especificações técnicas

  • Ergonomia customizável para todos tamanhos de mão e estilos de empunhadura
  • 8200dpi 4G Sistema Dual Sensor
  • Tecnologia wireless de grade
  • Razer Synapse 2.0 habilitado
  • 11 botões programáveis
  • 1000Hz Ultrapolling / tempo de resposta de 1ms
  • Até 200 polegadas por segundo / 50g de aceleração
  • Tamanho aproximado: 122 mm a 137 mm / 4,80 "a 5,39" (comprimento) x 71 mm / 2,80 "(largura) x 42 mm / 1,65" (Altura)
  • Peso aproximado: 115 g (sem bateria) a 135 g (com bateria)
  • Duração da bateria: aproximadamente 12 horas de jogo contínuo

Requisitos de Hardware

  • PC / Mac com porta USB
  • Windows ® 7 / Windows Vista ® / Windows ® XP (32 bits) / Mac OS X (v10.6-10.7 e acima)
  • Conexão com a Internet
  • 100MB de espaço livre no disco rígido
Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.