Óculos de realidade virtual Project Morpheus chegarão para PlayStation 4 em 2016

Por Redação | 04.03.2015 às 11:00 - atualizado em 04.03.2015 às 12:27
photo_camera Divulgação

Anunciado há pouco mais de um ano pela Sony, o headset de realidade virtual Project Morpheus deixará de ser um simples protótipo e até ganhou uma janela de lançamento. De acordo com a fabricante japonesa, o dispositivo chegará ao mercado no primeiro semestre de 2016, mas ainda não há uma data exata para isso acontecer. As informações são do blog oficial do PlayStation.

Em comunicado na Game Developers Conference 2015, a GDC, a companhia revelou que o Morpheus foi atualizado para melhorar a experiência dos usuários e que a versão de testes disponível no evento é uma prévia de como ficará o modelo final que será vendido ao consumidor no ano que vem.

"Nosso objetivo no campo da realidade virtual é oferecer uma sensação de presença, fazendo com que o jogador se sinta como se estivesse no mundo do game", comentou Shuhei Yoshida, presidente da Sony Worldwide Studios. "O novo Project Morpheus nos coloca mais perto do nosso objetivo, melhorando a experiência visual e a precisão no rastreio. Uma nova dimensão para o mundo dos jogos está chegando e o PlayStation está mais uma vez saindo na frente com o Project Morpheus".

A nova versão do Morpheus ganhou configurações de hardware mais robustas. Em substituição ao display LCD de 5 polegadas do modelo anterior, ela vem equipada com uma tela OLED de 5,7 polegadas Full HD (1.920 x 1.080 pixels de resolução), que, segundo a Sony, reduz o borrão das imagens exibidas no visor - a tela oferece 100 graus de campo de visão. A taxa de movimento dobrou desde o anúncio do projeto e agora permite a renderização de conteúdo em até 120 quadros por segundo.

Outra novidade é que o rastreio dos movimentos da cabeça do usuário está mais preciso. O aparelho ganhou três LEDs específicos para essa função, um na parte frontal e outros dois nas laterais, que agora totalizam nove LEDs de rastreio. Além disso, a empresa conseguiu reduzir a latência das imagens, que passa a ser de menos de 18 ms (cerca de metade da primeira versão do dispositivo), o que deve tornar a jogabilidade mais confortável aos usuários.

Project Morpheus

A nova versão dos óculos de realidade virtual Project Morpheus. (Foto: Divulgação/Sony)

O novo Project Morpheus também sofreu um leve upgrade em seu design. A principal novidade é que o headset agora poderá ser tirado e colocado de uma maneira mais fácil com apenas um botão e a pressão na face causada pela faixa traseira foi diminuída. Já sobre os jogos disponíveis para os óculos, a Sony revelou que os visitantes da GDC poderão testar quatro novas demos de games adaptados para o novo produto.

Apesar de todas as novidades, ainda não se sabe quanto o Project Morpheus custará. No ano passado, Yoshida disse que a ideia é vendê-lo por um valor acessível a todos, uma vez que o headset utiliza vários componentes presentes em celulares, tornando seu custo menor do que o esperado. Para efeito de comparação, um dos concorrentes do Morpheus, o Oculus Rift, custa US$ 350 (versão para desenvolvedores), preço médio cobrado por um smartphone intermediário nos Estados Unidos.

A Sony também já declarou que o Morpheus tem como público alvo primário os jogadores, uma vez que o aparelho sairá primeiro para o PlayStation 4. No entanto, a expectativa da empresa é atrair outros usuários e desenvolver novas aplicações. Entre os exemplos já divulgados pela companhia está uma demonstração feita pela Agência Espacial dos Estados Unidos, a NASA, que mostrou o solo do planeta Marte através do visor dos óculos de realidade virtual.