Nova versão do Oculus Rift começa a ser enviada aos desenvolvedores

Por Redação | 24.07.2014 às 14:50
photo_camera Divulgação

A segunda versão do kit de desenvolvimento do Oculus Rift começou nesta semana a ser entregue para os desenvolvedores parceiros e interessados em trabalhar com a plataforma. De acordo com a Oculus VR, fabricante do dispositivo, dez mil unidades do acessório devem chegar aos compradores ainda nesta semana, com as 35 mil pré-vendas restantes sendo cumpridas até o final de agosto.

Esta seria a iteração do aparelho que tanto impressionou Mark Zuckerberg e motivou o Facebook a comprar a companhia. Entre as novidades estão uma tela OLED de resolução mais alta, uma taxa de atualização maior e, acima de tudo, a função de rastreamento da posição da cabeça do usuário, dando mais profundidade à experiência com realidade virtual e permitindo o desenvolvimento de ainda mais funções para o aparelho.

Visualmente, porém, fica claro que o Oculus Rift ainda está longe de seu formato final. O aspecto de caixa preta permanece, mas agora, os cabos podem ser retirados do aparelho para facilitar o manuseio. Além disso, a nova versão dispensa o uso de uma caixa de controle, o que deve tornar o acessório mais portátil e fácil de ser carregado por aí.

A segunda versão do kit de desenvolvimento está sendo vendida por US$ 350 (cerca de R$ 800) e deveria ter sido lançada no início deste mês de julho. Problemas no processo de fabricação, porém, fizeram com que as entregas fossem adiadas até agora. De acordo com a Oculus VR, 12,5 mil aquisições foram feitas apenas nas primeiras 36 horas de pré-venda, com o restante das 45 mil unidades sendo vendidas antes do fim da primeira semana de disponibilização. As informações são do Engadget.

A ideia original do Oculus RIft era reviver a realidade virtual nos games. Mas, para o Facebook, o acessório pode ter aplicações que vão muito além disso, já sendo até mesmo citada pelo CEO Mark Zuckerberg como um dos dispositivos de comunicação mais fantásticos que ele já experimentou. Não sabemos exatamente que tipo de desenvolvimento nesse sentido está sendo feito pela empresa.

Por enquanto, o Oculus Rift ainda não tem data para chegar ao mercado em sua versão para o usuário final. Mas, desde já, a antecipação é imensa, principalmente após a aquisição pelo Facebook, um negócio que custou a bagatela de US$ 2 bilhões.