Nintendo demite 130 pessoas e fecha escritório europeu

Por Redação | 16 de Junho de 2014 às 08h28

Após as boas notícias sobre as vendas de Mario Kart 8 e o aumento no interesse pelo Wii U em todo o mundo, a Nintendo anunciou o fechamento de seus escritórios na cidade de Großostheim, na Alemanha, e a demissão de 130 funcionários da base de operação. De acordo com a companhia, em comunicado oficial publicado pelo site Eurogamer, trata-se de uma reestruturação interna que tem como objetivo tornar a empresa mais eficiente e dinâmica.

O processo foi iniciado pouco após a revelação dos resultados financeiros negativos relacionados ao ano fiscal 2013, no início de maio. Na época, a empresa apresentou uma queda de 10% em seu faturamento total, motivada principalmente pelas baixas vendas do Wii U em todo o mundo. O resultado levou a empresa a anunciar um plano de reestruturação interna que prevê mudanças de abordagem de mercado e o enxugamento de sua operação.

A notícia sobre o fechamento dos escritórios na Alemanha veio antes de uma das melhores E3 da Nintendo nos últimos anos. Durante a feira de jogos, que foi realizada nos Estados Unidos entre os dias 10 e 12 de junho, a empresa anunciou uma série de títulos bastante esperados, como o retorno de Star Fox e um novo The Legend of Zelda, games que prometem sacudir o mercado e alavancar as vendas do Wii U.

Mais do que isso, a empresa chega agora a resultados bastante esperançosos com a recente chegada de Mario Kart 8 ao mercado. O jogo, lançado no final do mês de maio, foi responsável por um aumento considerável nas vendas do console em todo o mundo e, apesar de números concretos sobre isso ainda não serem divulgados, a expectativa é de que o título, ao lado de Super Smash Bros., que chega no final do ano, sejam capazes de mudar a história da Nintendo para o atual ano fiscal.

Mas, seja como for, a notícia do fechamento dos escritórios na Alemanha é uma realidade. De acordo com a empresa, os esforços de marketing e lançamentos para toda a Europa passam agora a ser centralizados em Frankfurt, também na Alemanha. Foram demitidos todos os funcionários de Großostheim, desde executivos de alto escalão até encarregados de limpeza e manutenção.

Segundo a companhia, a mudança foi feita após relatório emitido por uma consultoria externa, que julgou o enxugamento das operações europeias como uma boa alternativa para que a companhia se tornasse mais flexível e adaptável às mudanças no mercado de games. A mudança tem efeito imediato.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.