Malware tenta roubar contas do Steam pelo Twitch

Por Redação | 15.09.2014 às 14:54

Se você gosta de assistir a streamings de jogos pelo Twitch, é melhor tomar cuidado. Com base em um relatório emitido pela firma de segurança F-Secure, o serviço está alertando sobre um novo golpe que tem seus usuários como alvo, com o objetivo de assumir o controle de contas no Steam para roubar dinheiro das vítimas.

Utilizando bots que agem automaticamente, os hackers têm como alvo os jogadores do game Counter-Strike: Global Offensive, da Valve. Em chats do Twitch, essas máquinas publicam links que prometem entregar itens e outros benefícios exclusivos como parte de uma promoção, bastando apenas clicar na URL exibida. As informações são do site Ubergizmo.

Ao fazer isso, os criminosos pedem que o jogador insira seu nome e endereço de email, realizando o download de um arquivo logo na sequência. É esse o malware responsável pelo roubo, assumindo automaticamente o controle da conta no Steam e transferindo os fundos disponíveis para contas de terceiros, além de vender itens e outros artigos como forma de conseguir mais dinheiro.

Tudo acontece sem que o jogador perceba. De acordo com a F-Secure, trata-se de uma nova maneira dos criminosos ultrapassarem uma das principais barreiras de segurança do serviço da Valve. A empresa mantém um sistema que impede completamente o acesso por novos computadores, a não ser que o próprio usuário autorize esse uso por meio de um processo de validação. Com o malware, porém, os hackers são capazes de realizar o roubo a partir da própria máquina do jogador.

O Twitch afirma já ter sistemas automatizados em funcionamento, que buscam banir automaticamente os bots utilizados pelos bandidos. Apesar da ação deles ser concentrada principalmente em streamings de Counter-Strike: Global Offensive, existem registros de links aparecendo também em transmissões de títulos aleatórios.

A empresa pede que seus usuários não cliquem em links suspeitos enviados por meio dos chats e evitem compartilhar suas informações de contas com sites que não conheçam. Além disso, o Twitch pede que a Valve implemente novas medidas de segurança em relação ao caso, impedindo a venda de itens para amigos recém-adicionados ou bloqueie a comercialização de diversos artigos de uma só vez, como forma de coibir, pelo menos um pouco, a ação dos criminosos.