Lei que iria proibir comercialização e produção de jogos violentos é cancelada

Por Ultradownloads | 02 de Março de 2012 às 16h17

Senador toma decisão correta, felizmente

O carnaval já passou, mas nem por isso vamos deixar de comemorar: o Projeto de Lei 170/2006, que visava proibir a produção e comercialização de jogos violentos em território nacional foi cancelado pelo Senador Valdir Raupp (PMDB/RO).

A lei englobava ainda a proibição de jogos ofensivos aos costumes, às tradições dos povos, aos seus cultos, credos, religiões e símbolos, que ferem a cultura dos povos e da humanidade. Mas como um censo iria julgar o que é certo e errado no nosso país, se somos constituídos por uma população multicultural, de diversas raças e etnias?

Raupp disse na sua justificativa para retirar o projeto de pauta que, na época de sua apresentação, acreditava que inviabilizar a comercialização de jogos eletrônicos que induzissem ou incitassem a discriminação, violência e preconceito, iria acabar com efeitos desse porte na nossa sociedade.

O político, porém, acabou mudando de ideia ao realizar um estudo mais aprofundado dos termos da proposição, e viu que isso prejudicaria a comercialização de jogos eletrônicos de uma maneira geral.

Jogadores, lojistas, distribuidores e fabricantes se uniram para protestar contra o projeto de lei, que ofendeu a liberdade de expressão de diversos profissionais na área e gerou diversos protestos em redes sociais.

E agora, vamos comemorar esta vitória jogando um pouco de Grand Theft Auto IV, ou Mortal Kombat?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.