Konami confirma saída de Hideo Kojima, mas anuncia novo Metal Gear mesmo assim

Por Durval Ramos | 20.03.2015 às 16:30 - atualizado em 21.03.2015 às 07:37

Desde a manhã desta quinta-feira (19), os fãs da série Metal Gear Solid — e de videogames de um modo geral — estão apreensivos com o aparente término da relação entre o produtor Hideo Kojima e a Konami. E o que começou como uma série de rumores e especulação foi confirmado nesta sexta-feira (20).

Segundo um comunicado enviado pela própria empresa japonesa à imprensa, Kojima vai permanecer à frente de uma das mais populares franquias do mercado apenas até o lançamento de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, em setembro. A partir de então, ele deixa de ter qualquer relação com os jogos que ajudou a criar.

Apesar de estranho, isso justifica algumas medidas que pegaram os fãs de surpresa, quando a produtora japonesa simplesmente retirou todas as menções ao nome do produtor do material de divulgação do novo game — e até mesmo de títulos já lançados —, além de referências a seu estúdio. Muita gente ficou sem entender o que estava acontecendo, contudo, com o novo anúncio, tudo faz sentido.

E um novo Metal Gear vem aí

Só que as surpresas não param por aí. Para mostrar que a série não morrerá com a saída de Kojima, a companhia disse que vai trazer um novo Metal Gear após The Phantom Pain e até já começou a procurar novos produtores para encabeçar o projeto. Em seu site oficial, por exemplo, já é possível encontrar anúncios de vagas para o cargo.

Konami confirma novo Metal Gear

Até o momento, não há nenhuma informação sobre este novo jogo além disso. Só que essa confirmação serve para ajudar a entender o que houve e por que Hideo Kojima decidiu abandonar sua máquina de fazer dinheiro.

Os fãs da franquia já estão cansados de ouvir o produtor dizer em entrevistas que aquele será o último Metal Gear. Esse discurso vem sendo repetido há anos e é sempre desmentido com um novo anúncio. No entanto, a situação revela que a intenção de Kojima era realmente ter encerrado a história já há algum tempo e que os últimos títulos só foram produzidos por pressão da própria Konami, que vê na saga de Snake e em sua enorme base de fãs uma ótima fonte de renda.

Assim, como a empresa decidiu dar continuidade à trama mesmo após sua aparente conclusão em The Phantom Pain, o criador da série decidiu não fazer parte disso. Afinal, deve ser frustrante para alguém como ele ser refém de sua própria obra e impossibilitado de explorar novas ideias além daquele universo.

E, enquanto o futuro de Metal Gear parece já estar definido, a verdadeira incógnita paira sobre Silent Hills. Anunciado no ano passado, a releitura da famosa franquia de terror estava sendo produzida pelo próprio Hideo Kojima em parceria com o diretor Guillermo del Toro. Só que, como a marca pertence à Konami, ninguém sabe se a equipe vai permanecer ligada ao projeto ou se teremos uma reformulação vindo aí.

Fonte: Konami