Já mostrado ao público, Project Morpheus não deve ser lançado tão cedo

Por Redação | 09 de Dezembro de 2014 às 13h25

A Samsung colocou o Gear VR nas prateleiras e começou a vendê-lo nesta segunda-feira (08). Enquanto isso, o Oculus Rift também passa por seus acertos finais e deve chegar no ano que vem. E o Project Morpheus da Sony, quando será lançado? De acordo com a empresa, ainda pode levar algum tempo até que possamos colocar as mãos na tecnologia que será atrelada ao PlayStation 4.

As palavras são do diretor da marca para a Europa, Jim Ryan. Falando durante a PlayStation Experience, que aconteceu nos EUA no último fim de semana, o executivo afirmou que o produto ainda é um projeto em desenvolvimento e permanece em fase de protótipo, apesar de já ter sido apresentado ao público e ter boa parte de suas funções já confirmadas.

Em declarações ao site TechRadar, Ryan disse que o Morpheus é motivo de grande empolgação para a Sony, mas várias questões ainda precisam ser discutidas antes dos óculos chegarem às lojas. A principal delas está relacionada à viabilidade do aparelho, já que, apesar de ser uma onda nova, ninguém sabe ao certo se a realidade virtual vai vingar. Por isso, a empresa está agindo de maneira cautelosa e quer encarar alguns desafios antes de se comprometer com uma data de lançamento.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além disso, o Morpheus ainda tem alguns aspectos técnicos que precisam ser desenvolvidos. O principal deles tem a ver com a imersão e a maneira pela qual os jogadores serão colocados dentro da experiência. Além disso, fala-se muito sobre a necessidade de resoluções mais altas e uma contagem mínima de 60 quadros por segundo nos jogos. Como fazer isso no PS4 sem que as empresas sejam obrigadas a reduzir a qualidade visual de seus títulos?

Apesar de ainda estar diante de questões como estas, Ryan acredita que a companhia japonesa está em uma boa posição para participar de maneira ativa do mundo da realidade virtual. A empresa vem trabalhando no projeto desde 2010, quando ele foi pensado para ser um acessório destinado a visualização de filmes. O salto para o mundo dos games foi natural e agora a empresa continua trabalhando e observando o mercado para tentar descobrir para que lado tudo isso vai rumar.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.