Hackers derrubam modo online de Destiny e Call of Duty: Ghosts

Por Redação | 29.09.2014 às 15:45
photo_camera Divulgação

Um mês após derrubarem a PSN, rede online dos consoles PlayStation, o grupo hacker Lizard Squad voltou a atacar. Na noite deste domingo (28), a infraestrutura online de títulos como Call of Duty: Ghosts e Destiny, que chegou ao mercado no último dia 9 de setembro, ficou indisponível por algumas horas, irritando boa parte de seus jogadores.

O problema é grave especialmente no caso do segundo título, já que se trata de um MMO de tiro em primeira pessoa. Ou seja, simplesmente não é possível jogar Destiny sem acessar seus servidores. Durante a falha, jogadores que estavam conectados ao mundo do game reportaram interrupção de missões e a perda de progresso obtido durante as partidas.

Além de Destiny e Call of Duty: Ghosts, ambos títulos da distribuidora Activision, o Lizard Squad também teria afetado o funcionamento de servidores da Electronic Arts. A empresa, porém, não se pronunciou sobre o assunto, mas aparentemente, não existiram interrupções no funcionamento de alguns de seus principais jogos online, como Titanfall e Battlefield 4.

Como sempre, o ataque realizado foi do tipo DDoS, no qual os servidores são atingidos por uma carga gigantesca de solicitações até sucumbir sob a pressão. Esse golpe é bastante utilizado por hackers que desejam causar uma interrupção de serviços e em nenhum momento permite a obtenção de dados pessoais ou bancários dos usuários cadastrados nos sistemas das empresas atingidas.

No final de agosto, o mesmo Lizard Squad foi o responsável pela derrubada da PlayStation Network, também durante um final de semana. Na época, a Sony chegou a desmarcar uma manutenção programada de seus sistemas e viu a rede de seus consoles ficando inacessível por diversas horas. Além disso, o grupo também é apontado como o responsável pelos problemas na infraestrutura de outros serviços como o Twitch, no dia seguinte ao anúncio da aquisição pela Microsoft, e os jogos DotA 2, League of Legends e World of Warcraft.

Mais grave, porém, foi o caso em que uma suposta ameaça de bomba teria causado o desvio de um avião comercial onde estava o presidente da desenvolvedora Sony Online Entertainment, John Smedley. Também como parte dos ataques do fim de agosto, o Lizard Squad teria enviado um tweet à American Airlines informando sobre a possibilidade de explosivos a bordo de um voo que fazia a rota entre as cidades de Denver e San Francisco.

A alegação, felizmente, não era verdadeira, mas ainda assim, motivou uma investigação pelo FBI, motivo pelo qual, segundo a Forbes, o Lizard Squad se aquietou nas últimas semanas. Agora, porém, o grupo parece ter voltado à carga e promete mais ataques para os próximos dias.

Fonte: http://www.forbes.com/sites/insertcoin/2014/09/29/hacker-group-lizard-squad-takes-down-destiny-call-of-duty-fifa-and-more/