Game Tropico 5 é censurado por ditadura militar da Tailândia

Por Redação | 05 de Agosto de 2014 às 10h00

A ditadura militar instaurada na Tailândia baniu nesta segunda-feira (04) o jogo de simulação Tropico 5 alegando preocupações com a segurança nacional. Ironicamente, no game o jogador pode assumir o controle e governo de uma ilha caribenha na pele de um ditador.

"É um bom jogo, com reviews positivos", afirmou o gerente de marketing da New Era Thailand, distribuidora do jogo, Nonglak Sahavattanapong, à agência Associated Press. "Nós obtivemos licenças para distribuir Tropico 3 e Tropico 4 antes, mas no quinto jogo, o enredo se desenvolveu e pode haver alguma parte que não é apropriada na situação atual".

O anúncio do banimento foi feito através das páginas da distribuidora no Facebook e no Twitter. A empresa decidiu não apelar contra a decisão do regime.

O quinto título da série foi lançado na América do Norte em maio deste ano, no mesmo mês que o governo da primeira-ministra Yingluck Shinawatra foi derrubado pelo golpe militar que instaurou o atual regime.

Responsável pelo jogo, a Kalypso Media afirmou que está "desapontada" com o ocorrido e afirmou que apesar da série ter "um elemento político realista", o conteúdo é todo criado de maneira humorística.

Segundo afirmou o diretor global da empresa, Stefan Marcinek, em um comunicado, a Kalypso Media está trabalhando para tentar reverter a decisão. "Isso soa como algo que poderia ter vindo de um dos editais do próprio El Presidente", ironizou em referência ao ditador protagonista da série.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.