Os games do futuro

Por Redação | 17 de Outubro de 2012 às 07h20

O futuro dos games pode ser ainda mais promissor e disso não temos dúvida alguma, já que a tecnologia está a favor dos jogos e algumas cabeças visionárias também. Palmer Luckey é um designer entusiasta que resolveu abrir as portas da interatividade, dando um passo além, e comprovando a teoria inicial desse texto.

Sua ideia é trazer os games para um novo nível. Um nível nunca antes visto, que compensará os amantes do entretenimento eletrônico através de uma ferramenta promissora chamada Oculus. Estar dentro de um jogo é uma das experiências mais intrínsecas que podemos ter nesse formato, e ao usarmos óculos especiais conseguiremos partir para uma nova era de jogabilidade.

Assim como em alguns filmes futuristas, os jogos irão se resumir a óculos e um sensor de movimento, que controlará todos os comandos de gameplay e isso será muito legal. Desenvolvedores renomados, como John Carmack, de Doom, já estão apoiando bastante a ideia de Luckey, que pediu financiamento pelo Kickstarter para progredir com seu projeto.

Estúdios como id Software, Valve e Epic Games também estão incentivando a criação de jogos específicos para o novo aparelho. Um dos títulos que vão entrar para a lista é Hawken.

Hawken

O jogo de ficção trará vida nova para os jogadores que gostam de ação e, acima de tudo, imersão. Trata-se de um game de ficção, pós-apocalíptico. Um FPS multiplayer que tem robôs como protagonistas.

As batalhas acontecem em metrópoles futuristas, envoltas de concreto e aço. Existirão vários modos de batalha, e um deles é DeathMatch, que pode ser jogado em grupo ou sozinho.

O incrível de tudo isso é a visão interna da cabine, que traz ainda mais realidade para a proposta do game. Você será o condutor de uma guerra sem precedentes e poderá sentir isso ao máximo com a tecnologia Oculus, que ainda está em desenvolvimento, mas logo rodará o novo jogo.

Hawken será lançado para PC no dia 12 de dezembro de 2012, e a tecnologia gráfica usada é a Unreal Engine 3, uma das mais incríveis do mercado GPU.

A tecnologia do Oculus ainda é muito cara, considerando que já existam peças no mercado parecidas, custando em torno de US$ 740, equivalente a R$ 1.500. No entanto, a ideia futura de Luckey e sua equipe é trazer o dispositivo para o mercado como uma nova forma de interação, e sobre um preço cabível para os jogadores.

Com a combinação de interesses e de tecnologia, é impossível não avaliar que Hawken, sob os recursos do Oculus, tem tudo para ser um dos games dos sonhos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.