Erro grave no Steam para Linux pode apagar dados dos usuários

Por Redação | 20 de Janeiro de 2015 às 12h09

Usuários da maior plataforma de distribuição eletrônica de jogos, o Steam, estão relatando que um bug do cliente do serviço para Linux pode estar apagando arquivos de periféricos pela porta USB do computador.

O VG247 especula que o problema está relacionado à tentativa de mover manualmente os diretórios .steam ou ~/.local/share/steam, além da invocação do comando Bash com a opção "-reset" habilitada. Aparentemente, nem todos estão sendo afetados, no entanto isso não diminui a gravidade do caso que coloca os dados dos usuários em risco.

A norte-americana Valve, dona do Steam, admitiu que a falha existe, mas alega não ter conseguido replicá-la. Para que consiga solucionar o problema, a empresa está pedindo para que os usuários que têm mais informações entrem em contato por meio do e-mail linux@valvesoftware.com. A empresa afirmou que continuará investigando o caso para solucionar o bug.

O script Bash é utilizado no Linux para apagar todos as informações presentes no HD ou em qualquer periférico de armazenamento de dados que estiver conectado a uma máquina. Visto que o sistema operacional impede que arquivos fundamentais sejam deletados sem uma autorização prévia, o sistema em si não corre perigo. No entanto, arquivos como documentos, vídeos, programas, músicas e fotos não são poupados pela falha.

Parece que este problema não é exclusivo do Linux. A página de suporte do Steam adverte que algo parecido pode acontecer com usuários que utilizam o Windows e que, eventualmente, tenham instalado o software em diretórios que tenham outros arquivos, como C:\Program Files\, ao invés de C:\Program Files\Steam\. Se este procedimento tiver sido feito e o usuário rodar o desinstalador padrão, perderá todos os dados que estiver na mesma pasta.

Se você usa o Steam para jogar no computador, é bom fazer o backup dos seus dados o quanto antes para não ser mais uma vítima do bug que, por enquanto, ainda não tem solução.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.