Electronic Arts bloquea acesso ao Origin de usuários que mexem demais no PC

Por Redação | 30 de Março de 2015 às 17h00

Se você faz parte do time de fanáticos por alterar as configurações de seu computador, tome cuidado. Ao que parece, a Electronic Arts tem algum tipo de bloqueio em seu serviço de distribuição digital, o Origin, que simplesmente bloqueia o acesso a seu computador após um determinado número de alterações em um curto espaço de tempo.

A polêmica surgiu após um usuário dizer ter perdido o acesso ao jogo Battlefield Hardline depois de ter feito uma série de testes em seu PC com diferentes placas de vídeo. Segundo ele, ao tentar acessar sua conta, uma mensagem apareceu avisando que várias máquinas tentaram acessar o game e, por conta disso, ela ficaria temporariamente inacessível.

E não demorou para que isso logo causasse revolta entre os jogadores. O alerta da EA é o típico comunicado de DRM e serve para impedir desde pirataria ao compartilhamento de jogos. No entanto, o usuário em questão estava apenas mexendo em seu próprio computador e o sistema da empresa identificou cada alteração no hardware como se fosse uma máquina diferente.

Procurada pelo site IGN, a companhia explicou que a autenticação do Origin permite que os usuários instalem seus jogos em apenas cinco PCs em um período de 24 horas e pediu para que aqueles que tiveram suas contas bloqueadas durante testes de benchmark entrem em contato com o suporte para resolver a questão.

Apesar da questão ter sido esclarecida, ela reacende a velha polêmica sobre as políticas de DRM adotadas pelas empresas. No caso da Electronic Arts, o sistema se mostrou mais do que falho por ser incapaz de reconhecer algo tão básico quanto a alteração de um único componente dentro de um mesmo sistema. Tudo bem que você pode resolver isso, mas a dor de cabeça existe e é completamente desnecessária.

Via: IGN

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!