Destiny deve superar GTA V como o jogo mais caro da história

Por Redação | 07.05.2014 às 11:50
photo_camera Divulgação

Um dos recordes de Grand Theft Auto V, da Rockstar Games, deve ser quebrado ainda este ano. Segundo informações da Reuters, a Activision Blizzard, responsável por sucessos como Call of Duty e Skylanders, deve gastar o equivalente a US$ 500 milhões (R$ 1 bilhão) para desenvolver e promover seu novo blockbuster, o jogo de tiro em primeira pessoa Destiny.

Durante uma conferência em Los Angeles (EUA), o CEO da empresa, Bobby Kotick, disse que o valor supera os gastos de grandes produções de Hollywood. O investimento será dividido entre marketing e ações de distribuição (embalagens, suporte de infraestrutura), mas um porta-voz da companhia não revelou como os gastos serão distribuídos para cada área. Mesmo assim, investidores da Activision esperam que o título, que será lançado em 9 de setembro, possa ajudar no aumento das receitas da empresa, que tiveram crescimento de apenas 6% em 2013.

"Se você faz uma aposta de US$ 500 milhões, você sabe com o que está lidando. Os níveis estão ficando cada vez maiores para nós", disse Kotick em referência ao mercado de games como um todo.

Destiny é um jogo de tiro em primeira pessoa que está sendo desenvolvido pela Bungie, mesmo estúdio responsável pela série Halo, do Xbox. O título tem foco no multiplayer online cooperativo e se passa em uma realidade futurista com elementos de ficção científica. O jogador entra na pele de um personagem conhecido como Guardião, que precisa defender a última cidade segura da Terra e restaurar o equilíbrio do Sistema Solar contra ameças interestelares. O game terá versões para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360 e Xbox One.

Analistas afirmam que o meio bilhão de dólares do game seria o maior orçamento de um único jogo, ainda mais se levar em consideração de que se trata de um título inédito, ou seja, não é a sequência de uma franquia já existente. Além disso, a Activision teria de vender entre 15 e 16 milhões de cópias do game para recuperar os US$ 500 milhões - cada unidade do jogo será vendida por US$ 60 nos Estados Unidos.

"O plano da Bungie [criadora de Desitny] é ambicioso e projetado para se desdobrar ao longo de um período de 10 anos. A longo prazo, esperamos que os custos do produto final se alinhem com outros títulos Triple-A", disse um porta-voz da companhia. Vale lembrar que, em 2010, a Activision assinou um contrato de dez anos com a Bungie que lhe garante os direitos de distribuição mundial do game e controle significativo sobre o desenvolvimento da franquia.

Arvind Bhatia, analista da Sterne Agee, acredita que a estratégia da Activision pode trazer resultados incertos, principalmente pelo fato de Destiny ser uma nova propriedade intelectual. Bhatia espera que o game venda 8 milhões de unidades nos primeiros meses, ao contrário de GTA V, que vendeu mais de 32,5 milhões de cópias até fevereiro deste ano. A diferença é que a franquia da Rockstar já está há mais de uma década no mercado e até hoje é considerada uma das séries mais aclamadas pelos jogadores.

Lançado em setembro de 2013, Grand Theft Auto V é dono de um dos maiores orçamentos da história dos games, com US$ 260 milhões em gastos feitos pela Take-Two Interactive, que pertence à Rockstar. No final do ano passado, esse foi um dos recordes quebrados pelo título, além de jogo mais vendido no mundo em 24 horas e jogo que gerou US$ 1 bilhão mais rápido. Você pode ver a lista completa neste link.

Abaixo, assista a um vídeo de gameplay de Destiny: