Brasil adota sistema internacional de classificação etária para jogos

Por Redação | 29 de Outubro de 2013 às 15h01

Depois de um longo período utilizando um sistema de classificação de games não padronizado, detalhe que inviabilizava a venda de jogos – principalmente – na App Store, o Brasil optou pela adoção de um sistema internacional de classificação etária. As informações são do Blog do iPhone,

O debate sobre esse procedimento teve início em 2010, dois anos depois da chegada da App Store no país. Então, logo após o início das discussões sobre o tema, houve uma flexibilização no processo, mas mesmo assim, por causa da forma como os jogos eram qualificados, alguns títulos acabavam entrando na grade acima de 18 anos. E quem conhece as regras da Maçã sabe que todo conteúdo produzido somente para o público adulto não pode ser vendido na App Store. Assim, jogos como Modern Combat, N.O.V.A. e GTA não são vendidos na loja nacional.

Mas, a partir desse mês, os jogos eletrônicos no Brasil já chegam classificados de acordo com a tabela IARC (International Age Rating Coalition — Coalizão Internacional de Classificação Etária). Isso faz com que o desenvolvedor consiga a classificação para o seu conteúdo assim que enviá-lo à Apple. Detalhe que deixa tudo mais rápido, seja para quem desenvolve, seja para quem joga.

Tabela de classificação etária

A nova legislação já está valendo em território nacional, mas compete à Apple e às outras lojas de conteúdo se adequar ao novo sistema para que os apps comecem a ser qualificados de acordo com essas normas e, consequentemente, o público brasileiro passe a ter acesso a novas e velhas criações de forma legal e fácil.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.