Análise do Jogo: The Darkness II

Por Ultra Downloads

Jack Estacado está de volta. O ex-mafioso, que se culpa pela morte da namorada e acaba envolto, literalmente, com poderes sombrios em uma busca por vingança ganha um novo game. Porém, The Darkness II não tem muita semelhanças com o primeiro jogo da franquia.

Embora o visual que remeta aos quadrinhos tenha sido mantido e aprimorado, o game que era basicamente ação e stealth tornou-se um FPS original, com direito a tentáculos trevosos.

Então, esqueça as ações furtivas e parta logo para o corpo a corpo, pois Jack terá muitas ferramentas a sua disposição para destruir seus adversários. Além de uma boa variedade de armas, com diversos alcances e calibres, Estacado poderá utilizar os poderes da Escuridão, a entidade que "habita" seu corpo.

Com isso, seus dêmonios/tentáculos poderão agarrar seus inimigos, destruir parte dos cenários e até efetuar um golpe final arrasador e muito sanguinolento. Cada tentáculo é controlado separadamente, então, com alguma prática, é possível atacar os inimigos com tiros e demônios ao mesmo tempo.

Aliás, não espere muita candura em The Darkness II. O game tem brutalidade para todos os gostos e muita, muita carnificina, o que colabora para dar uma atmosfera semelhante as histórias em quadrinhos de onde Jack originalmente foi criado. Os efeitos sonoros também colaboram bastante para o clima do game e a trilha não deixa a desejar.

Os controles, embora intuitivos, não são muito fáceis de se ajustar e é possível que, por mais de uma vez, a câmera te prejudique mais do que os adversários. Mas nenhuma dessas duas falhas chega a comprometer seu nível de diversão.

Infelizmente, o mesmo não pode ser dito do roteiro do game, que não é decepcionante, mas é fraco e padece de ganchos que prendam a atenção do jogador. Você acaba ficando muito mais ansioso pela próxima batalha do que em saber o que vai acontecer com Estacado.

O modo campanha é extremamente curto e o fator de replay do jogo não é muito alto. Mesmo com o modo Vendetta, que permite que você jogo missões solo ou online com até três pessoas, também é pequeno e, depois de algum tempo, perde a graça.

Para quem acha que os heróis dos antigos quadrinhos da Image nunca tiveram uma adaptação decente, The Darkness II é a prova de que é possível fazer um game divertido com um protagonista desse tipo.

Mesmo se rendendo a popularidade dos FPS, o game consegue se manter original e cumpre sua função em mergulhar o jogador no universo de Jack Estacado. Mas seria interessante se ele fosse capaz de fazer isso por mais tempo.

Gráficos: 7,5
Som: 8
Jogabilidade: 8
Diversão: 7

Nota Geral: 7,5