Amazon deve lançar console Android com design similar ao PSOne em 2014

Por Redação | 29.01.2014 às 16:41
photo_camera Divulgação

Faz pouco tempo que a nova geração de consoles começou. Primeiro veio o Nintendo Wii U, seguido pelo Xbox One e o PlayStation 4, que estão aquecendo o mercado de games em vários países do mundo. Mas a indústria de jogos eletrônicos deve ganhar um novo concorrente ainda este ano: tudo indica que a Amazon não abandonou os planos de lançar um videogame com arquitetura Android, e deve fazê-lo até o final de 2014.

Os rumores de um console desenvolvido pela gigante do varejo tiveram início em agosto de 2013. Na época, fontes anônimas revelaram ao site especializado Game Informer que o objetivo por trás da criação do aparelho é alavancar os títulos já disponíveis no tablet Kindle Fire, já que a cada dia a empresa oferece um aplicativo diferente para usuários do dispositivo, podendo ser uma ferramenta de produtividade ou um game gratuito.

A mesma notícia afirmava que o console deveria ganhar uma biblioteca própria com jogos produzidos pelos responsáveis de grandes sucessos na plataforma Android. Além disso, em maio, a companhia publicou no LinkedIn algumas vagas que reforçam o lançamento de um console próprio. "Estamos trabalhando em um novo e revolucionário produto que irá nos ajudar a entregar mídias digitais de formas diferentes e a criar uma ruptura no mercado. Acreditamos que esse produto será ainda maior do que o Kindle", dizia o anúncio.

Agora, múltiplas fontes, que não tiveram os nomes revelados, disseram ao site VG24/7 que os planos do console da Amazon estão a todo o vapor. A máquina, que ainda não recebeu um codinome, está sendo criada em parceria com a Lab 126, a mesma equipe responsável pelos leitores Kindle, e chegaria ao mercado custando US$ 300 (aproximadamente R$ 640 na cotação atual). Já no quesito design, o produto adotaria um tamanho similar ao do PSOne, versão menor do PlayStation original, da Sony.

No entanto, a plataforma não serviria apenas para games. As fontes explicam que a ideia é unificar todos os serviços da Amazon em uma central de entretenimento capaz de produzir vários conteúdos oferecidos pela varejista norte-americana. Isso inclui filmes, músicas, livros e jogos criados exclusivamente para o novo dispositivo – além do catálogo que já está disponível no Kindle.

Vale lembrar que o rumor do ano passado sugeria o lançamento do aparelho ainda para 2013. Mas a companhia deve ter adiado o produto para definir melhor as propostas que ele irá oferecer aos consumidores.

Em todo o caso, se a Amazon entrar mesmo para o mercado de consoles, é melhor estar preparada para o que está por vir. Quem não se lembra do Ouya? Um dos maiores sucessos da história do site de financiamento coletivo Kickstarter, o aparelho foi anunciado como uma proposta open-source na qual o dono poderia modificar o hardware para melhorar a performance do gadget, isso sem contar a possibilidade de rodar jogos antigos – a maioria deles gratuita ou emulada.

O problema foi quando o videogame, vendido a US$ 99 e também equipado com sistema operacional Android, chegou nas mãos dos usuários. Dias após o lançamento, alguns compradores disseram que não compraram nada para jogar no Ouya (o dispositivo tem uma loja própria de aplicativos) porque não consideraram os títulos pagos da plataforma relevantes o suficiente para investir.