Activision Blizzard tem queda no número de jogadores de WoW e ações vão abaixo

Por Redação | 09 de Agosto de 2012 às 11h05

Ficar mirando em um único jogo para conseguir manter um sucesso constante, mesmo este tendo começado como um hit entre os jogadores, é um erro. E agora a Activision Blizzard está amargando essa dependência, após vivenciar uma queda considerável no número de jogadores de World of Warcraft.

"Após observar a Activision Blizzard, descobrimos uma companhia fantástica que infelizmente é quase que completamente sustentada pelas vendas obtidas por um único game, 'World of Warcraft'. Quando você considera que uma companhia [a Vivendi] tem 60% das ações da empresa e está pensando em vendê-las, tem o potencial para uma situação catastrófica", menciona um artigo publicado pela revista de economia Forbes.

Por conta desse declínio, as ações da Vivendi podem estar em queda, e pra piorar o lançamento de Guild Wars 2, em 28 de agosto, não deverá ser uma das jogadas mais inteligentes para agora.

No site oficial da revista, essa percepção foi comentada: "A questão crucial aqui é que jogadores gostam de novos desafios, poupar dinheiro e se divertir em games superiores. Esses três fatores podem ser as principais reações que levarão 'Guild Wars 2' a conquistar parte do mercado de 'World of Warcraft'".

Agora, a reversão do quadro sobre WoW depende do sucesso da expansão Mists of Pandaria, que chega no mês que vem.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.