Vídeo mostra visão de quem está usando o HoloLens, da Microsoft

Por Redação | 09 de Julho de 2015 às 14h10

Os óculos de realidade virtual da Microsoft têm sido citados como uma tecnologia com potencial bem maior do que muitos acreditavam. Durante a última E3, por exemplo, o HoloLens surpreendeu ao oferecer a criação de uma experiência única, como a utilização do áudio espacial para que o usuário sinta o que há à sua volta a partir do som.

Mas o que podemos realmente esperar desse gadget que promete colocar hologramas flutuantes bem na nossa frente? Se você não faz parte do seleto grupo que já teve a oportunidade de colocar as mãos no protótipo do HoloLens, aqui está uma notícia bem interessante: pela primeira vez, podemos ver um vídeo que mostra a visão de quem está usando os óculos.

Os primeiros relatos dizem que a experiência é incrivelmente realista, mas confirmam um detalhe que já havia sido citado antes: o campo de visão holográfico é limitado, fazendo com que as imagens apareçam apenas à sua frente e que qualquer movimento para o lado com os olhos faz com que o conteúdo simplesmente suma de vista.

Para entender melhor o funcionamento do HoloLens, a Microsoft divulgou um vídeo que mostra o que é considerado o mais próximo possível da experiência real de usar os óculos. Confira:

Parece que a Microsoft está usando algumas técnicas que oferecem esse efeito mais limitado da holografia para conseguir lançar o HoloLens a um preço razoável. Porém, como um membro da equipe do Samsung VR disse uma vez, a pior coisa que pode acontecer nesse novo e estranho mundo de headsets de vídeo é que as pessoas tenham experiências ruins ou assombrosas.

Realismo do HoloLens assusta até engenheiros

Michael Hoffman, um ex-engenheiro da Microsoft que deixou a empresa em junho deste ano, contou ao Business Insider que experimentou o headset da empresa e a projeção dos objetos virtuais parecia tão real que ele realmente se assustou durante o teste.

Durante esse teste, um dos engenheiros da empresa havia colocado um pequeno cubo no meio do cenário para usá-lo como uma espécie de espaço reservado, a fim de lembrar a equipe que o cenário ainda não estava concluído. Porém, quando o HoloLens automaticamente rematerializou todos os objetos do quarto para que ele parecesse como da última vez que os óculos foram usados, o cubo permaneceu lá, mesmo após ter sido fisicamente retirado do local.

"O cubo ficou no nível dos olhos, e era do tamanho de um cubo de açúcar", disse Hoffman. O objeto virtual parecia tão realista que o engenheiro estava com medo de tropeçar nele. "Eu estava andando pelo cenário e, de repente, via o cubo na minha frente. Eu tinha uma descarga de adrenalina. Meu corpo inteiro estava com medo de tropeçar nessa coisa", completou.

É claro que o cubo era apenas um objeto virtual, e nada aconteceria se Hoffman o atravessasse, mas ele parecia real o suficiente para que o corpo do engenheiro reagisse como ele se estivesse fisicamente lá. Outras pessoas também têm relatado sensações semelhantes ao usar o HoloLens, como a sensação de estar saindo fora de uma moldura quando se está perto de um dos cantos do mundo virtual projetado pelos óculos.

"Eu usei o HoloLens durante um ano, e a sensação de ser tudo real ainda estava no meu cérebro, que fica realmente convencido de que você não deve tropeçar em nada. Isso realmente me surpreendeu", completou Hoffman.

Embora a empresa não tenha entrado em detalhes de lançamento e muito menos comentado sobre o preço do produto, algumas suposições já começaram a surgir. As principais apostas são de que ele custe mais de US$ 400, ou seja, acima dos R$ 1,2 mil aqui no Brasil.

Com informações do Business Insider e FastCompany

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.