Scoot-E-Bike chega ao mercado sem certificado de segurança

Por Redação | 04.04.2016 às 15:10 - atualizado em 03.05.2016 às 18:19

Todos sabem que celebridades adoram lançar produtos no mercado. Os mais comuns são perfumes ou linhas de roupas, mas outros famosos preferem investir em coisas mais ousadas. É o caso de Sean "Diddy" Combs, Ray J, Chris Brown, Snoop Dogg e Terrance J, que estão promovendo a Scoot-E-Bike, um veículo de duas rodas elétrico.

Apesar de parecer com uma scooter e com uma bicicleta elétrica, a Scoot-E-Bike apresenta alguns diferenciais. Além de ser dobrável, seu sistema de chaves funciona por meio de um controle, ela também tem entrada USB para a carga de smartphones e bluetooth, que permite a execução de músicas e o atendimento de chamadas. A Scoot-E-Bike alcança baixa velocidade – até 25 km/h – e seu tempo de recarga varia entre três e cinco horas, podendo percorrer até 45 km sem a necessidade de conexão com uma fonte de energia.

Mesmo com tantas características interessantes, possivelmente o veículo não seja tão seguro. Um dos indícios disso é que a Raytroniks, empresa responsável pela venda da Scoot-E-Bike, alerta que o produto não deve ser utilizado em dias de chuva. Esta informação gera algumas dúvidas, afinal, por que alguém utilizaria um veículo que depende de um clima estável?

Além disso, o produto não foi certificado pelo laboratório de testes de segurança eletrônica, UL, assim como os hoverboards. O que ele apresenta é a marca CE, que atesta que o produto cumpre as diretrizes europeias, mas ainda não significa que tenha sido aprovado como um produto seguro pelas autoridades do continente europeu.

O dispositivo já está em pré-venda desde a última sexta-feira (1º), e pode ser adquirido por US$ 1.599,00. Caso a Scooter-E-Bike venha a fazer o mesmo sucesso do hoverboard, sem dúvida em breve teremos notícias sobre desempenho, qualidade e segurança.

Fonte: Mashable