Pulseiras serão usadas para pagar transporte no Rio de Janeiro

Por Redação | 04.08.2016 às 17:00
photo_camera O Globo

A partir do ano que vem, ter dinheiro no bolso pode não ser mais preciso para comprar passagens de transporte público no Rio de Janeiro. Durante as Olímpiadas, que têm início nesta sexta-feira (5) na capital fluminense, a prefeitura vai testar um sistema que permite o uso de uma pulseira inteligente para pagamento do transporte público em ônibus, trens e barcas.

O sistema funciona por aproximação, bastando que o usuário aproxime o gadget de uma máquina de leitura para que a transação ocorra. Isso, claro, também depende da compra de créditos, que ficam armazenados em um sistema semelhante ao que já é utilizado hoje em dia no cartão de transporte e, agora, começa a ser transferido também para dispositivos inteligentes.

O projeto é uma parceria da Gemalto, uma empresa especializada em soluções de segurança, e a RioCard, companhia responsável pelo sistema de bilhetagem eletrônica do transporte público no Rio de Janeiro. A solução utiliza uma tecnologia de chips sem contato certificados pela Visa e MasterCard, capazes de detectar aproximação e realizar os procedimentos de cobrança de forma transparente ao usuário.

Pulseira Riocard

Apesar de o grande foco do experimento serem as Olímpiadas, ele deve durar mais do que os próprios jogos e se estender ao longo dos próximos três meses. Funcionários do sistema Riocard foram os primeiros a ter acesso à tecnologia, que é à prova d’água e deve ser utilizada como alternativa aos cartões comuns, para testes de sua usabilidade e viabilidade técnica.

Além da pulseira, a Gemalto também estuda o uso de um adesivo, que pode ser colado a um smartphone ou na carteira, por exemplo. Nesse caso, o sistema é o mesmo, mas, de acordo com a Riocard, a ideia é apresentar mais uma alternativa aos munícipes, e não um substituto aos cartões tradicionais. A ideia é que os itens sejam usados quando o morador vai à praia, por exemplo, e não precisaria carregar a carteira.

O funcionamento é o mesmo de outra alternativa recente, que vem sendo utilizada pelo Bradesco. Também em uso durante as Olímpiadas e também por criadores de conteúdo, uma pulseira conectada à conta bancária é capaz de realizar pagamentos em máquinas de cartão convencionais por meio do sistema NFC, também de forma que a retirada da carteira do bolso não seja mais necessária. O banco também realiza testes para definir se a solução será disponibilizada para todos os clientes ainda neste ano.

Fonte: Mobile Time