Para concorrer com Gear VR, Beenoculus 2 chega ao mercado até o final do ano

Por Rafael Romer | 16.07.2016 às 22:00
photo_camera Rafael Romer/Canaltech

A curitibana Beenoculus deve lançar até o final do ano uma nova versão do seu óculos de realidade virtual, confirmou ao Canaltech o fundador e CIO da empresa, José Terrabuio, durante a conferência BRVR, em São Paulo.

Além de uma construção mais sólida e acabamento melhorado, o segundo par de óculos da companhia incluirá novas funções como trackpad lateral para comandos manuais, conexão bluetooth, botão para abrir a câmera do smartphone e um novo invólucro que protege o smartphone antes de inseri-lo no equipamento.

As lentes do Beenoculus 2 também receberam um upgrade em relação à geração anterior e permitem um campo de visão mais amplo, de 110 graus, contra os 90 graus do primeiro modelo. As novas lentes também se ajustam sozinhas à distância intra-pupilar do usuário – o seja, não é mais necessário ajustá-las no gadget para colocá-las exatamente sobre os olhos para conseguir o foco ideal.

De acordo com Terrabuio, o preço do novo modelo deverá girar ao redor de R$ 600, valor bem superior aos R$ 159 da versão atual do gadget, mas próximo a dispositivos como o Gear VR, da Samsung. Bater de frente com os óculos de realidade virtual da sul-coreana, inclusive, é uma das metas do novo lançamento da Beenoculus.

"A estratégia é focar no usuário que não pode usar o Gear", explicou o executivo, fazendo referência a usuários de marcas como Apple, LG, Asus e Sony, que possuem smartphones não-compatíveis com os óculos da Samsung. Segundo Terrabuio, os novos óculos serão compatíveis com cerca de 60 modelos atuais de smartphones do mercado.

Beenoculus

Novo modelo do Beenoculus deve chegar até o natal (Foto: Rafael Romer/Canaltech)

Foco em educação

Assim como o primeiro modelo de empresa, o novo gadget estará disponível para qualquer pessoa através da internet, mas um dos objetivos principais da Benoculus com o gadget é ganhar espaço no setor de educação. "A gente quer estar na educação. No futuro, a gente pensa nos óculos de realidade virtual no material escolar, como hoje temos lápis e caneta", comenta o Terrabuio.

Entre os próximos planos da empresa na área está o lançamento de um terceiro modelo de óculos de realidade virtual "extremamente barato", desenhado nos modelos do Google Cardboard e construído em plástico. A ideia é que o terceiro modelo possa ser uma alternativa durável para ser usada dentro de salas de aula, para integração de plataformas como o Google Expeditions – que permite levar alunos em viagens por museus e outros países.

De acordo com Terrabuio, a Beenoculos já mandou cinco protótipos de seu novo gadget para o Google, mas ainda não tem expectativa de iniciar as vendas ou preço confirmado para o terceiro modelo de seus óculos.