Novo gadget transforma superfície do antebraço em "tela" de smartwacth

Por Redação | 06 de Maio de 2016 às 09h07

Ainda que tenham chegado como grandes promessas inovadoras, os smartwatches ainda recebem críticas e a principal delas é o tamanho da tela. Pesquisadores da Carnegie Mellon University, na Pensilvânia, EUA, desenvolveram um método para aumentar a área sensível ao toque, transformando todo o antebraço em "tela".

Com precisão surpreendente, o SkinTrack foi desenvolvido no instituto Future Interfaces Group, o mesmo que apresentou perucas feitas por impressora 3D no ano passado. O SkinTrack consiste em um anel e um sistema de eletrodos implantados na pulseira do gadget. O anel emite um sinal, que é recebido pela pulseira, que por sua vez rastreia os movimentos do anel conforme ele se movimenta e aplica pressão sobre a pele. Os sensores são capazes de receber o sinal mesmo quando o dedo é movido acima do braço.

Uma vez que o SkinTrack deixa a tela livre, sem a movimentação de dedos sobre ela, o smartwatch pode ser muito melhor aproveitado. O sistema de sensores pode ser utilizado para reconhecer gestos, rastrear o dedo continuamente e registrar toques, além de funcionar através das mangas, caso o usuário esteja coberto. "O melhor do SkinTrack é que ele não é obstrusivo, relógios e anéis são peças que as pessoas usam todos os dias", comenta o doutorando Yang Zhang.

Ainda há trabalho a ser feito antes da invenção ser lançada mundialmente. Um dos maiores desafios para a equipe é descobrir como manter o anel com energia, além de contornar problemas como suor e movimentos indesejados.

Via Cnet