Magic Leap mostra seu headset de realidade aumentada, que não é lá muito bonito

Por Redação | 21 de Dezembro de 2017 às 18h44

Conforme prometido em outubro, a Magic Leap revelou, nessa semana, mais detalhes sobre o seu heaset de realidade aumentada, arrecadando US$ 2 bi com financiamentos para que o projeto se concretizasse.

No ano que vem, o headset começará a ser usado por desenvolvedores em caráter de testes, sem previsão para o início da comercialização. O produto foi chamado de Magic Leap One Creator Edition, sendo capaz de fazer o usuário interagir com o ambiente em que está inserido. E, além do headset propriamente dito, com sensores múltiplos interligados para garantir a imersão, o kit vem com um dispositivo que pode ser afixado na cintura do usuário, contendo os processadores e a bateria, além de um controle remoto de navegação tridimensional, que permite selecionar as opções do menu e controlar tudo o que está rolando.

Ainda, o headset aceitará comandos de voz, gestos, movimentos da cabeça do usuário e também será equipado com rastreamento ocular. De acordo com Rony Abovitz, fundador da companhia, o Magic Leap One Creator Edition é tão potente quanto um MacBook Pro, ou um PC da linha Alienware, para se ter noção do potencial do dispositivo.

Não se sabe qual o preço final do headset quando ele começar a ser vendido, mas, talvez, uma barreira que a Magic Leap precisará enfrentar será com relação ao design do aparelho. Muitas pessoas estão achando o headset feio demais, ou "nerd" demais, e, enquanto uns não se importam em parecerem caricatos enquanto usam um dispositivo, muitos outros preferem designs mais discretos e neutros.

Fonte: Rolling Stone, TechCrunch

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.