Exército de Israel está testando HoloLens para uso em campo de batalha

Por Redação | 26 de Agosto de 2016 às 11h59

O HoloLens mescla imagens 3D com a visão real do usuário, oferecendo uma experiência imersiva incrível e que pode ser utilizada em áreas como games, educação e saúde. Ciente do potencial do dispositivo da Microsoft, o Exército de Israel quer utilizá-lo para uma outra finalidade: treinamento em campo de batalha. A ideia das Forças Armadas do país é coordenar tropas no campo de batalha exibindo informações oferecidas pela interface através da realidade aumentada.

O major Rotem Bashi, comandante do setor de programação do Departamento de Sistemas C2 do Exército Israelense, quer desenvolver a tecnologia para utilizá-la em treinamentos de soldados em campo e para melhorar a estratégia das tropas. "Nós conectamos todos os tipos de tecnologias e conceitos inovadores que vêm do mundo civil e tentamos adaptá-los o mais rapidamente possível ao uso militar", afirmou.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Alguns desenvolvedores da equipe comandada por Bashi criaram um software que permite que os comandantes possam manipular modelos de terreno militar e utilizar informações e dados de inteligência para supervisionar o posicionamento da tropa do ponto de vista do inimigo. Além disso, os mapas do campo de batalha são inseridos sobre o terreno real, criando uma combinação que torna possível interagir através da visão, da voz e de gestos.

A intenção das Forças Armadas de Israel é fazer com que o HoloLens, que passou a ser vendido para desenvolvedores em março por US$ 3.000, possa ajudar os soldados a detectar e corrigir falhas em seus equipamentos, bem como auxiliar médicos a cuidar de ferimentos com base em instruções fornecidas em tempo real por cirurgiões treinados. A unidade de Bashi também tem trabalhado em um sistema para entregar ao quartel-general um relatório online sobre o estado psicológico de cada soldado no campo de batalha.

O comandante espera poder adotar os óculos de realidade aumentada em poucos meses. "Em resumo, o mundo está caminhando nessa direção. Queremos entender como desenvolver esse tipo de aparelho e descobrir como ele pode nos impactar enquanto exército", explicou.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.