Antismartphone, Relay é um walkie-talkie que substitui o celular para crianças

Por Natalie Rosa | 18 de Junho de 2018 às 10h55
photo_camera Republic Wireless

A dúvida de dar ou não um smartphone aos filhos assola os pais desde o início da vida de uma criança. Enquanto alguns acreditam que essa é uma ótima distração para os pequenos, outros acham que pode gerar um vício logo cedo e prejudicar a aprendizagem. 

No entanto, ambas as partes consentem que é necessária a comunicação entre as crianças e os responsáveis quando eles estão longes; pensando nisso, a Republic Wireless criou o "antismartphone" Relay para o uso infantil.

O dispositivo não possui visores e nem teclado para a troca de mensagens, mas apenas um grande botão principal para que a comunicação seja feita, assim como nos famosos walkie-talkies que fizeram sucesso há alguns anos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Conectado à rede 4G LTE, o Relay é indicado para crianças a partir dos seis anos (ou até mesmo para idosos) e pode ser usado de qualquer local, como um aparelho celular comum.

Imagem: Divulgação

O Relay, no entanto, é conectado ao smartphone dos pais para que eles possam escolher conversar pelo gadget ou pelo próprio celular. Também é possível integrar mais de um Relay ao mesmo canal, possibilitando a conversa em grupo entre todos os membros da família que possuem a novidade.

Organização de chat em grupo no Relay (Imagem: Divulgação)

Para o futuro, a empresa diz estar testando o uso de uma assistente pessoal e novas ferramentas, como a distorção de voz, games e streaming de música.

O Relay custa US$ 149 e ainda é preciso arcar com um custo mensal de US$ 6,99.

Fonte: Offspring

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.