Versão final do Oculus Rift será lançada em poucos meses, diz CEO

Por Redação | 04.11.2014 às 16:14
photo_camera Divulgação

A versão final para consumidor dos óculos de realidade virtual Oculus Rift está quase pronta. É o que afirma o presidente da Oculus VR, Brendan Iribe, ao falar sobre o produto durante o evento Web Summit 2014, em Dublin, Irlanda, nesta terça-feira (4).

De acordo com o The Next Web, Iribe disse que a última versão do headset, o protótipo Crescent Bay, está "em grande parte concluído para um produto de consumo". Contudo, o executivo ainda não confirmou um cronograma para o lançamento. "Estamos todos ansiosos para ver isso (lançamento) acontecer. Estamos muito perto disso. Estamos a meses, alguns meses, e não a anos de distância."

A grande barreira para que os óculos cheguem às prateleiras é desenvolver um dispositivo eficaz. Iribe afirma que teclados, mouses e gamepads não estão à altura do trabalho que ele e sua equipe vêm realizando, muito menos controles por reconhecimento gestual. Por isso, a Oculus adquiriu recentemente a Carbon Design, dos criadores do controle do Xbox 360, com o objetivo de solucionar eos problemas.

A demora pela chegada da primeira versão comercial do Oculus Rift também estaria atrelada às mudanças internas na companhia. Depois que foi comprada pelo Facebook, em março destea ano, a empresa, que funciona como uma subsidiária independente, teve um aumento de 75 para 200 funcionários, e agora também possui uma divisão de pesquisas e desenvolvimento, que trabalha à parte da fabricação do gadget.

Enquanto isso, a concorrência de produtos de realidade virtual vem aumentando. Perguntado sobre a ameaça de gadgets rivais, Iribe criticou a possível má qualidade da implementação desses novos aparelhos, que pode afetar todo o setor antes mesmo de seu grande "nascimento". "Estamos um pouco preocupados com as grandes empresas lançando produtos que ainda não estão prontos. Desorientação e enjoo são os 'elefantes' na sala. Estamos incentivando as grandes empresas a não lançarem um produto antes que ele esteja pronto", comentou.

Por isso, Iribe prefere não arriscar uma data. Mas faz questão de destacar que a finalização do produto está próxima. "Não queremos isso (os óculos) em quatro ou cinco anos. Estamos ansiosos para que isso aconteça".

Fonte: http://thenextweb.com/facebook/2014/11/04/oculus-ceo-says-consumer-rift-vr-headset-close/