Novas baterias de lítio poderão dobrar a duração de carga dos smartphones

Por Redação | 29 de Julho de 2014 às 12h20
photo_camera Divulgação

Embora as empresas desenvolvam tecnologias inéditas para seus aparelhos, um problema antigo ainda persegue a criação de quase todos esses dispositivos: a vida útil das baterias. E você certamente já deve ter visto aqui no Canaltech inúmeros projetos que prometem potencializar a autonomia desse componente, desde a utilização de materiais como o grafeno, até mesmo areia da praia. Tudo para substituir o íon-lítio tradicional, usado atualmente na maioria desses gadgets.

Contudo, pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, resolveram testar as capacidades do próprio lítio para gerar baterias ainda mais eficazes. De acordo com a revista Nature, os cientistas criaram uma técnica baseada no lítio "puro" que extrai o máximo da substância presente no material, aumentando sua eficiência. Na prática, isso significa que as próximas versões do seu tablet ou smartphone poderão ter de duas até três vezes mais desempenho que os modelos atuais.

Mesmo com os avanços, os cientistas explicam que ainda precisam aprimorar a tecnologia para torná-la um produto comercial - e consequentemente chegar às linhas de produção das fabricantes de aparelhos eletrônicos. "Se conseguirmos melhorar a capacidade das baterias em quatro vezes, seria um grande avanço. Você poderia ter um celular com o dobro ou o triplo da duração da carga ou um carro elétrico com autonomia de 480 quilômetros a um preço de US$ 25 mil, um bom concorrente a um modelo com motor de combustão que faz 17 quilômetros por litro", disse o pesquisador Guangyuan Zheng.

Leia também:

Fonte: http://www.nature.com/nnano/journal/vaop/ncurrent/full/nnano.2014.152.html

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.