Nada de iGadgets: filhos de Bill Gates são proibidos de ter aparelhos da Apple

Por Redação | 06 de Janeiro de 2013 às 15h00

Sem iPhone, iPad ou iPod. Os aparelhos da Apple foram banidos da casa de Bill Gates, co-fundador da Microsoft. De acordo com The Telegraph, a esposa de Gates, Melinda, revelou no último dia 28 durante entrevista a uma rádio norte-americana que seus filhos já pediram por iPods, mas não tiveram o desejo realizado.

Mãe de duas garotas, Jennifer Katharine Gates e Phoebe Adele Gates, e um menino, Rory John Gates, a senhora Gates disse ao ser questionada:

"É claro que eles pedem. Mas ainda podem ter a tecnologia Windows. A riqueza de nossa família veio da Microsoft, então por que nós investiríamos em um concorrente?".

Contudo, a empresa do marido não vai tão bem assim quando o assunto é competir com a Apple. O Zune, criado para ser rival do iPod, foi um fracasso e por isso foi cancelado no ano passado.

Com muito esforço, recentemente o Windows Phone 8 foi lançado para concorrer com o iPhone, e o Surface, para competir com o iPad. Ambos produtos da Microsoft foram muito bem aceitos pelo público, mas ainda não conquistaram grande terreno no mercado de smartphones e tablets.

Em 2009, a própria Melinda Gates disse à revista Vogue: "De vez em quando eu olho para as minhas amigas e penso: 'Eu não me importaria de ter um iPhone'".

Apesar rivalidade entre Microsoft e Apple, Gates tinha um "bom relacionamento" com Steve Jobs. Após a morte do fundador da Apple em 2011, Gates disse ao The Telegraph que ele havia visitado o "amigo" enquanto ele estava doente.

Para Gates, "Não houve paz para ser feita. Nós não estávamos em guerra. Fizemos grandes produtos, e competição sempre foi uma coisa positiva".

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.