Japoneses lançam microfone com 'zoom' que capta sons a 20 metros de distância

Por Redação | 20 de Abril de 2014 às 16h10
photo_camera Divulgação

Quem tem o costume de gravar conversas ou entrevistas, aí vai uma boa notícia. A companhia japonesa de telecomunicações NTT anunciou nesta semana o lançamento de um microfone que capta a voz de um usuário que esteja a 20 metros de distância, assim como o zoom de uma câmera digital que registra imagens ao longe. Além disso, o aparelho consegue gravar os sons sem ruídos ou interferênciais.

Já existem tecnologias profissionais de captação de sons distantes, mas a NTT garante que o novo microfone tem um mecanismo bastante preciso e que percebe claramente vários sons emitidos bem longe de quem está falando. De acordo com o G1, o dispositivo possui uma tecnologia de micro-zoom seletivo que vai revolucionar a percepção sonora em apresentações musicais, eventos esportivos e o dia a dia de pessoas que trabalham com o recurso (como o jornalismo).

Segundo a NTT, um exemplo da utiilização do acessório é durante uma partida de futebol, que poderá distinguir e separar o que jogadores e árbitro dizem em campo. No caso do estádio, a captação de sons emitidos é feita por uma pequena antena parabólica colocada em um conjunto de oito microfones que concentram os sinais recebidos. No total, serão 12 conjuntos desse tipo, ou seja, 96 microfones que são colocados atrás de um alvo dentro do estádio.

A partir daí, qualquer sonoridade é captada com exatidão pelo mecanismo. Em seguida, os sons passam por um rápido tratamento em um dispositivo específico que separa as vozes dos jogadores em campo dos ruídos e barulhos indesejados. Se o jogo estiver sendo exibido pela TV, posteriomente os sons são sincronizados com a imagem para mostrar de uma forma bem mais nítida a punição de um árbitro em um jogador, por exemplo.

NTT Microfone

Conjunto de microfones será colocado em estádio de futebol para captar diferentes sons. (Foto: AFP)

Por enquanto, o microfone com "zoom" ainda é uma tecnologia voltada para grandes espaços, mas a NTT estuda a possibilidade de desenvolver uma versão em miniatura do aparelho com apenas três microfones. Segundo a empresa, esse modelo poderia ser usado na vida cotidiana para isolar uma fonte sonora (a voz do piloto de um avião na cabine ou a de um motorista que fala com as mãos livres). Além disso, a gigante japonesa pretende utilizar o sistema de captação nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.