Homem que deixou drone cair na Casa Branca assume que estava bêbado

Por Redação | 28 de Janeiro de 2015 às 08h23

Um drone caiu nos jardins da Casa Branca no último domingo (25) e, de acordo com informações do The Verge, o responsável pelo acidente informou ao serviço secreto de investigações dos Estados Unidos que isso só aconteceu porque ele estava bêbado.

Apesar do presidente Barack Obama e sua família não estarem presentes na Casa Branca no momento da queda, ele disse que pediu às agências federais que investiguem a forma pela qual as aeronaves não tripuladas domésticas estão sendo utilizadas. Para ele, é necessário encontrar formas para garantir que esses usuários não estão violando a privacidade das pessoas e que não apresentam perigo.

Obama também observou que os drones são dispositivos importantes e que tem capacidade de ajudar na agricultura e na conservação da terra. Ele ainda surpreendeu ao mostrar que tem conhecimento sobre a tecnologia. "É possível comprar o drone que pousou na Casa Branca nas lojas da Radioshack, mas nós realmente não temos qualquer tipo de estrutura regulamentar para isso", disse.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Administração Federal de Aviação proíbe o voo sob influência de qualquer tipo de droga ou álcool, mas não dispõe de nenhum teste ou licenciamento necessários para comprar ou operar um drone como o DJI Phanton, protagonista do acidente.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.