Coin, o gadget que reúne até oito cartões de crédito em um único dispositivo

Por Redação | 18.11.2013 às 12:50
photo_camera Divulgação

Você tem mais de um cartão de crédito e já se confundiu sobre qual deles usar na hora de efetuar o pagamento de alguma compra? Então preste atenção na ideia a seguir, pois ela pode resolver os seus problemas. Trata-se do Coin, um dispositivo criado por uma startup norte-americana e que promete armazenar digitalmente as informações de até oito cartões de crédito, débito, presente ou outros tipos de dispositivos magnéticos.

De acordo com o The Next Web, a ideia é reunir todas as suas contas em um único produto para facilitar na hora de escolher qual delas usar. O Coin funciona do mesmo jeito dos cartões originais: você pode passá-lo em qualquer máquina de leitura de cartão ou ainda em caixas eletrônicos, tanto para saques, depósitos e outras transações bancárias.

Para cadastrar os cartões também é muito simples. Basta baixar o aplicativo do acessório no smartphone e sincronizar o aparelho com um pequeno leitor embutido no cartão através da conexão BLE (Bluetooth de Baixa Energia). Uma vez feito isso, não será mais necessário configurar seus cartões pelo gadget, apenas se você quiser alterar, incluir ou excluir algum número de cartão.

No design, o Coin lembra bastante os cartões tradicionais. As diferenças estão nesse leitor para BLE, em uma tira magnética que pode ser alterada, um botão para selecionar o cartão desejado e um pequeno visor que exibe os quatro últimos dígitos do cartão escolhido, além de sua data de validade e seu código de segurança (os três últimos números no verso do cartão).

A companhia ainda pensou na segurança do dono ao elaborar um sistema inteligente de alerta. Caso o usuário perca ou esqueça o cartão em algum estabelecimento comercial, o aplicativo do produto envia um aviso para o celular dizendo onde ele está. A pessoa pode voltar para buscá-lo ou desativá-lo remotamente.

O Coin é uma ideia promissora e bastante funcional para deixar sua carteira menos volumosa e mais organizada. Além disso, a proposta do dispositivo é interessante porque apesar dos tablets e smartphones já oferecerem suporte para pagamentos de contas e compras, o método ainda não é muito confiável pela maioria dos usuários. A empresa criadora do Coin já colocou o gadget em pré-venda por US$ 50 e seu lançamento está previsto para o segundo semestre de 2014, quando seu preço aumentará para US$ 100.