Algemas tecnológicas controlam presos com choques e até injeções de sedativos

Por Redação | 19.12.2012 às 07:15
photo_camera Blog Kawanamu

A empresa Scottsdale Inventions resolveu tornar as algemas mais tecnológicas e acaba de patentear um projeto de algemas capazes de controlar os presos com choques elétricos e até injeções de sedativos.

As algemas inteligentes podem ser facilmente controladas a distância, permitindo que o oficial de polícia libere um choque para imobilizar o suspeito em casos de reações mesmo estando longe da pessoa. Elas foram baseadas no Taser - arma de choque utilizada por policiais -, que tem eletrodos para administrar doses de eletricidade que são capazes de derrubar uma pessoa.

Segundo o DVice, o dispositivo também pode ser programado para disparar automaticamente em casos pré-estabelecidos como, por exemplo, tentativas de fuga, andar muito longe do policial ou até se aproximar de áreas não permitidas. As algemas também podem emitir sinais sonoros em caso do não cumprimento de atividades por parte dos presos.

Algemas inteligentes

Reprodução: DVice

A Scottsdale afirma que se as restrições aos movimentos do preso com choques não forem suficientes, as algemas podem injetar uma dose de sedativo ou até lançar uma nuvem de gás para paralizar a pessoa e evitar suas ações. Por enquanto, a empresa ainda não possui uma data para o início da produção em massa das algemas inteligentes.