33% dos usuários de wearables descartam gadget em seis meses

Por Redação | 24 de Outubro de 2014 às 14h05
photo_camera Divulgação

Muitas expectativas giraram em torno de lançamentos de wearables no último ano. A ideia de receber notificações no pulso, sem ter que consultar smartphones, computadores e outros atraiu os usuários. Além disso, entusiastas do fitness viram nos wearables uma forma moderna e prática de acompanhar informações como queima de calorias, distância para correr, entre outros.

Mas, para a surpresa de muitos, os wearables podem não ser muito duradouros para seus usuários. Uma pesquisa da GfK, empresa de monitoramento de varejo, mostrou que um terço dos compradores de wearables tendem a descartar o dispositivo seis meses após a compra. A pesquisa ouviu 1.000 consumidores e segundo os dados obtidos, os usuários não veem benefícios de longo prazo em utilizar os wearables, acabando por abandoná-los, informa o site Ubergizmo.

Outro motivo para o abandono dos wearables é que alguns dos seus compradores o adquiriram apenas por um nervosismo para a compra de um novo aparelho e não exatamente pela necessidade ou intenção de ter um.

Mesmo que uma parcela considerável dos usuários acabe abandonando seus wearables, Eric Micigovsky, CEO da Pebble, acredita que muitos usuários que compraram um smartwacth o fizeram inicialmente apenas para receberam suas notificações de uma forma mais prática, no entanto, com o uso, acabaram descobrindo mais recursos para o dispositivo.

Segundo entrevista de Micigovsky ao The Guardian, “no começo as pessoas tendem a usar smartwatches apenas para as notificações e as watchfaces mutáveis. Mas, então, eles exploram a nossa loja de aplicativos e adicionam outros recursos, como luzes e controle de termostatos”, afirmou ele.

Segundo a pesquisa da GfK o preço também foi um dos primeiros fatores que influenciaram os usuários a adquirirem os wearables. A pesquisa ainda mostrou que 33% dos entrevistados preferem que seus wearables sejam no formato de pulseira, enquanto 26% os preferiam em seus sapatos. Foi possível identificar uma preferência distinta entre os gêneros, em que homens preferem wearables em camisas, sapatos ou cintos e as mulheres preferem em colares, pulseiras e anéis.

Fonte: http://www.ubergizmo.com/2014/10/study-one-third-of-wearable-owners-abandon-their-device-within-six-months/?utm_source=mainrss

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.