Rumor | Apple usa sensores de luz para incorporar monitor de saúde em AirPods

Por Claudio Yuge | 25 de Maio de 2020 às 22h00
Apple
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Depois de ótimos resultados com suas frentes de saúde no Apple Watch, a Maçã parece estar interessada em multiplicar frentes relacionadas ao monitoramento do bem-estar dos usuários em outro gadget popular, os AirPods. De acordo com um documento revelado pelo DigiTimes nesta segunda-feira (25), a companhia vem buscando formas de integrar sensores de luz em seus fones sem fio, justamente para poder implementar mais funcionalidades.

Segundo a rede de fornecedores chineses, a Apple quer incorporar sensores de luz ambiente para realizar medição biométrica em AirPods‌ da próxima geração, que devem chegar ao mercado em um ou dois anos. Além disso, a Maçã pode usar uma abordagem da companhia ASE Tecnologia, que usa uma técnica inovadora de embalagem do semicondutor com otimização de inteligência artificial em fones estéreo sem fio.

Reprodução/MacRumors

Isso seria justamente o que permitiria aos dispositivos monitorar frequências cardíacas, contagens de passos e as condições de saúde. Essa tecnologia também realizaria traduções inteligentes e detectaria movimentos da cabeça. Vale destacar que essa tecnologia pode ser novidade em um gadget como o AirPod, mas vem sendo amplamente usada pela medicina há algum tempo. Os oxímetros de pulso de dedo e os que medem pulso na orelha funcionam com o mesmo princípio.

Apple talvez tenha que redesenhar os AirPods

Uma das maiores barreiras para que a Apple consiga trazer essa tecnologia para os AirPods talvez seja o design, que, como todos sabemos, é o grande atrativo do dispositivo. A Maçã não deve desistir do atual desenho dos fones, que, aliás, já passaram por algumas pequenas mudanças. Então, aparentemente, a maior dúvida no momento para a companhia é: “Vamos redesenhar os AirPods mais uma vez ou vamos testar essa tecnologia em outro produto?”

Um candidato provável para teste é o Powerbeats Pro. Isso porque ele possui um design semelhante aos fones sem fio da Freewavz, que apresentam oxímetros de pulso integrados para medir o oxigênio no sangue e a frequência cardíaca.

Os Powerbeats Pro teriam um design mais apropriado para monitoramento de saúde (Reprodução/Beats)

Vale destacar que tudo isso ainda está no campo das especulações, pois nem todos os registros de patentes e/ou movimentação do mercado na cadeira de fornecedores se concretizam em produtos. É preciso aguardar mais um pouco. De qualquer forma, é mais um indício de que a Maçã quer mesmo investir mais pesado em recursos ligados à saúde em breve.

Fonte: MacRumors  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.