Redes móveis funcionam bem mesmo com alto tráfego de dados nos Jogos Olímpicos

Por Redação | 09.08.2016 às 19:42

De acordo com a Anatel, apesar do elevado tráfego de dados no serviço móvel dos Jogos Olímpicos, as redes estão funcionando adequadamente e segurando “o tranco”. Somente durante a cerimônia de abertura da Olimpíada, que aconteceu no último sábado (5), foi registrado um tráfego de 1,4 TB – o dobro do registrado na final da Copa do Mundo de 2014.

Na final do evento esportivo de dois anos atrás, a média de fotos enviadas e recebidas por espectador foi de 18, enquanto somente na abertura dos Jogos Olímpicos foram registradas 36 fotos enviadas e recebidas por pessoa. O cálculo foi feito baseado no tráfego total (uplink e downlink nas redes 3G e 4G) no período de quatro horas (das 19h às 23h), dividido pelo número de pessoas presentes e considerando o tamanho médio de 550KB por foto.

Ainda segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, não houve registros de congestionamento acentuado, tampouco de interrupções na rede de telefonia móvel. Contudo, a agência admite que, para alguns usuários e em períodos curtos de tempo, pode ter ocorrido deficiências momentâneas na rede mobile, mas nada que não tenha sido resolvido rapidamente.

A Anatel realizou testes de performance de rede na zona do Maracanã para simular o consumo de serviços que são mais utilizados em uma ocasião como a Olimpíada (como envio de fotos, download de arquivos e uso do serviço de voz), e as medições foram feitas durante o dia e à noite no estádio. Além de realizar testes para prevenir imprevistos com relação à conexão móvel durante o evento esportivo, a Anatel recebe ainda indicadores de desempenho de rede de telefonia celular que são enviados pelas operadoras ao Centro de Monitoramento de Redes da agência.

Fonte: Anatel