FGV e NIC.br oferecem cursos online gratuitos sobre Direitos Humanos na Web

Por Rui Maciel | 02 de Julho de 2020 às 18h45

De olho em questões como preocupações sobre o uso da Internet, segurança e privacidade na rede - temas que ganharam ainda mais destaque nessa pandemia - o Centro de Pesquisa e Ensino e Inovação da FGV Direito SP (FGV Direito SP/CEPI) e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) fizeram uma parceria que resultou na 12 cursos online e gratuitos. Neles, os especialistas versarão sobre diferentes temas de direitos humanos na Internet, desde segurança e proteção de dados pessoais, até como lidar com discurso de ódio, cyberbullying e uso não autorizado de imagens, entre muitos outros.

O objetivo de ambas as entidades é contribuir e responder a preocupações sobre uso da Internet estimulando um aproveitamento mais positivo da ferramenta. O público-alvo são educadores e estudantes, mas o programa é aberto a qualquer cidadão que procure informações e análises sobre esses assuntos. Segundo Guilherme Forma Klafke, líder do projeto e pesquisador do CEPI."há uma parte introdutória de cada tema, depois um trecho destinado a adolescentes e, ao final, um complemento aos educadores".

"Os cursos em parceria com a FGV são mais uma das iniciativas do NIC.br que contribuem para desenvolver um uso mais consciente, ético e responsável da Internet", reforça Kelli Angelini, gerente da Assessoria Jurídica do NIC.br. "O NIC.br disponibiliza ainda, de forma gratuita, diversos materiais e conteúdo sobre o assunto no portal Internet Segura, voltado aos mais diferentes públicos, além de promover eventos e programas de capacitação, entre outras atividades que visam a estimular a promoção de um ambiente on-line mais seguro para todos".

Curso desenvolvido entre FGV e NIC.br é gratuito e pode ser acessado por todos

Outros quatro cursos serão oferecidos até julho, todos gratuitos e interativos. Haverá aos participantes uma declaração de carga horária entre 4 a 5 horas. Para inscrições e mais informações acesse a seção de cursos e eventos do Nic.br.

Webinars

Complementando o desenvolvimento do Projeto de Formação em Educadores em Direitos Humanos Digitais, as instituições promoverão, nos dias 6, 8 e 10 de julho, seis webinars gratuitos no canal da FGV no YouTube, que tratarão de alguns dos temas trabalhados nos cursos.

Os diálogos serão conduzidos por especialistas, que abordarão questões relativas a direitos humanos na relação dos jovens com a Internet. Terão como público-alvo os educadores, mas, assim como os cursos, eles também estarão abertos para qualquer pessoa interessada em discutir a educação de adolescentes e adultos para o uso consciente, seguro e responsável da Internet. Mais informações e inscrições nos webinars podem ser feitos nessa página.

Acesso a cinco mil pessoas

O projeto começou em janeiro de 2019, numa parceria entre Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação da FGV Direito SP (FGV-CEPI) e o NIC.br. Desde então, contou com mesas em eventos, produção dos cursos online, publicações e oficinas de formação docente. Cerca de 5.000 pessoas já completaram o curso antes de seu lançamento oficial e, segundo os responsáveis pelo programa, o índice de satisfação foi de quase 95%.

As telas dos cursos foram desenvolvidas por Guilherme Klafke, Stephane Lima e Tatiane Guimarães, pesquisadores do FGV-CEPI; as apostilas de conteúdo foram desenvolvidas por Jéssica Botelho e César Machado de Morais; a coordenação da equipe ficou sob responsabilidade de Marina Feferbaum (FGV-CEPI) e Kelli Angelini (NIC.br); a produção dos cursos foi realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional da FGV, por meio da FGV Soluções.

Para entender as principais questões e necessidades na elaboração dos cursos, oficinas foram realizadas com docentes de instituições que abriram suas portas ao projeto: Instituto Singularidades, Colégio Miguel de Cervantes e EMEF Almirante Ary Parreiras, em São Paulo.

Na seção de Cursos e Eventos do NIC.br é possível conferir todos os cursos já disponíveis e os que serão incluídos em julho:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.