Display Week 2016 apresenta últimas novidades em telas, TVs e realidade virtual

Por Gabriel Castro | 27 de Maio de 2016 às 21h54

Entre os dias 22 e 26 de maio aconteceu, em São Francisco, a Display Week 2016, promovido pela Society of Information Display. O evento reúne as últimas inovações referentes a telas, monitores e displays, além promover simpósios, seminários e cursos sobre novas tecnologias como realidade virtual e aumentada, displays automotivos, wearables e iluminação.

Display Week

A Samsung apresentou o seu aguardado display flexível, um OLED (organic-LED) de 5,7 polegadas e resolução full HD, totalmente enrolável. Com densidade de 386 ppi, a tela tem cores tão vívidas quanto o high end Galaxy S7 Edge. O grande destaque da nova tecnologia é a possibilidade de enrolar a tela, como um rolo de filme de câmeras analógicas. A espessura do display em si é de apenas 0,3 milímetro e quando enrolado, torna-se um tubo de 10 milímetros de diâmetro.

Além dos OLED flexíveis, a Samsung apresentou um OLED UHD (3840x2160 de resolução e densidade de 806ppi), novas tecnologias de realidade virtual, displays AMOLED automotivos e uma tecnologia de holograma (imagens 3D ocupando espaços 3D) que nunca havia sido levada a público.

Outro destaque foi a tela de 32 polegadas da E Ink que, além de flexível, é colorida. A E Ink é a principal fabricante do papel eletrônico, já conhecido pelos leitores digitais Kindle, Kobo e similares. A nova tela Mobius 32" pesa apenas 150 gramas e tem resolução de 2650 x 1440 com 94 ppi, com um consumo de energia tão baixo que pode ser alimentada com energia solar ou baterias recarregáveis. Ela se apresenta como uma nova solução para transportes e sistemas de informação públicos, como displays de aeroportos, ônibus ou publicitários. O novo display pode ainda ser adaptado a uma ou múltiplas curvas. "A leveza, flexibilidade e baixo consumo do Mobius 32"o tornam ideal para sistemas de papel ou plásticos, que podem ser substituídos sem grandes readequações infraestruturais", comenta o chefe de negócios da E Ink Harit Doshi.

Display Week

A LG apostou na tecnologia OLED como inovação. A empresa apresentou a nova TV de 77 polegadas com Ultra HD com a mesma resolução de cores de telas profissionais de edição de filmes. Além das cores e níveis de brilho melhorados, a TV atinge o preto perfeito via HDR. Foram apresentados 20 novos produtos, entre eles telas menores para dispositivos automotivos, monitores, notebooks e celulares.

A Sharp apresentou novos produtos voltados para a indústria em diferentes setores, como a publicitária, de controle meteorológico, caixas eletrônicos, entretenimento de voo, terminais de pontos de venda, wearable, dentre outros. A Sharp deu ainda bastante ênfase para plataformas de indústria "extrema", como agricultura e marinha, com tecnologias seladas com borracha, resistentes à poeira, água e variação de temperatura, e que favorecem a visualização sob a luz do sol, com excelentes variações de brilho e contraste.

Já a Nanosys e a Hitachi Chemical mostraram que estão com os olhos para um horizonte ainda mais inovador. As empresas parceiras querem acelerar o uso de displays com tecnologia Quantum Dot, ou ponto quântico, que utiliza nanotecnologia para aumentar exponencialmente a qualidade de imagem. "Nós somos pioneiros em tecnologia de ponto quântico e queremos começar a distribuir nossos produtos na segunda metade de 2016", afirma o gerente geral da Hitachi Chemical Hiroyuki Morishima.

Display Week

Além dos stands de novidades, foram abertos diversos espaços de discussão e aprendizado. Dezenas de sessões de simpósios e seminários com diversos temas foram ministradas, falando, por exemplo, de futuro e dos avanços da indústria touch, como os limites além de celulares e tablets; o novo mundo dos wearables, desde sensores à aplicabilidade e uso das novas tecnologias de pulso e cabeça; iluminação e smart lighting; displays veiculares e tecnologias de interface de usuário; realidade virtual e aumentada, tema que teve grande destaque ao reunir cientistas, engenheiros, empresários e marketeiros em mais de 30 sessões. Já os cursos rápidos abordaram fundamentos de OLED, sistemas de display e realidade virtual e aumentada.

Com informações de Display Week, Business Korea, Slash Gear, I4u