Congresso Mobile Payment & Cards analisará o setor de pagamentos móveis

Por Redação | 09 de Setembro de 2016 às 08h35

A 9ª edição do congresso Mobile Payment & Cards acontecerá em São Paulo no dia 20 de setembro, organizada pela Corpbusiness. O objetivo do evento é analisar, debater e compartilhar novidades e inovações do setor de pagamentos móveis que foram desenvolvidas nos últimos anos tanto no Brasil quanto internacionalmente. Apresentando as melhores práticas em mobile payment, commerce e banking do setor, o congresso propõe interações com grandes empresas e instituições do ramo, já que o segmento está em contínua expansão juntamente com seus serviços e ferramentas de inovações, que ganham desdobramentos diários.

Diogo Pastori, diretor da Corpbusiness, acredita que o mercado de pagamentos móveis tem mantido o ritmo de expansão no Brasil, sendo que, durante este momento de instabilidade na economia nacional, os usuários têm escolhido usar opções que oferecem mais praticidade e vantagens. Afinal, muitas vezes uma compra virtual proporciona uma maior quantidade de descontos e permite concluir pagamentos de maneira mais rápida. O executivo acrescentou, ainda, que o congresso também existe porque o Brasil tem uma base de smartphones extremamente grande - a quinta maior do mundo, com aproximadamente 90 milhões de aparelhos em todas as regiões.

O mercado de pagamentos digitais só tende a crescer, inclusive no Brasil

De acordo com a Corpbusiness, o primeiro trimestre de 2016 terminou com um saldo extremamente positivo para o mercado de pagamentos digitais e móveis no Brasil, alavancado pelo uso de smartphones ao comprar e vender produtos. E conforme resultados de uma pesquisa feita pela Frost & Sullivan, a quantidade de pessoas que usam serviços de pagamentos móveis deve chegar aos 80 milhões até o ano de 2018, com centenas de bilhões de dólares na jogada. Isso fará com que, daqui a dois anos ou menos, esse mercado acabe se tornando um verdadeiro campo de batalha com empresas lançando aplicativos para celulares e tablets “a torto e a direito” para seduzir os consumidores a escolherem o melhor serviço.

Em um outro relatório, divulgado recentemente pelo Gartner, o mercado de pagamentos com tecnologia móvel será avaliado em mais de US$ 712 bilhões em 2017, e, seguindo nesse ritmo, os pagamentos móveis mudarão a maneira como as pessoas compram e vendem produtos e serviços - e algo que será cada vez mais habitual serão as ofertas de cupons personalizados, crédito imediato, pagamento automatizado, etc.

Voltando à realidade brasileira, cerca de um milhão de máquinas já estão prontas para receber pagamentos via aproximação de smartphones e demais dispositivos móveis usando a tecnologia NFC (Near Field Communication) - presente na maioria dos aparelhos fabricados na atualidade. Além disso, de acordo com dados do Banco Central, somente nos últimos cinco anos, o uso de dispositivos móveis em transações bancárias cresceu 2.275%, superando o atendimento pela internet, que teve um aumento de 135% no mesmo período, correspondendo por 40% de todas as operações realizadas.

NFC consolidará o mercado

NFC

Ainda de acordo com o estudo da Frost & Sullivan, a expectativa é que os pagamentos realizados usando a tecnologia NFC dominem o mercado num futuro próximo, ajudando a consolidar o segmento no país. Muitos podem ainda não ter tido essa “sacada”, mas a Samsung já lançou no Brasil o Samsung Pay, que permite justamente fazer pagamentos aproximando um smartphone Samsung de terminais de pagamento compatíveis, e a Visa testou com atletas na Olimpíada do Rio de Janeiro um anel de pagamentos usando a mesma tecnologia. Já o Apple Pay ainda não aterrissou por aqui, mas, de acordo com rumores, essa opção de pagamento chegará no Brasil ainda em 2016.

Ainda assim, apenas 0,3% de toda a população brasileira tem o hábito de usar ferramentas de pagamentos móveis e, por isso, a maior aposta para esse mercado no país é na inclusão bancária da parcela do povo brasileiro que sequer têm conta em bancos. Ao oferecer contas bancárias à população que ainda é excluída, somando ao fato de que a maioria das pessoas no Brasil possuem um smartphone, é natural que essas pessoas, a partir do momento em que sentirem confiança de usar os serviços digitais, passem a realizar pagamentos também dessa maneira.

Nesse contexto, o congresso Mobile Payment & Cards focará em assuntos como estratégias e modelos de negócios, tecnologias e regulamentação dos serviços financeiros móveis usados no Brasil e no mundo. Ademais, também analisará e debaterá o cenário atual da economia mundial para pagamentos móveis, abrangendo conceitos e realizando análises para o futuro do setor - em especial, a realidade esperada para 2017.

Fonte: Corpbusiness

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.