Comitê Olímpico proíbe criação e publicação de GIFs dos jogos

Por Redação | 04 de Agosto de 2016 às 19h44

Nesta quinta-feira (4), o Comitê Olímpico Internacional (COI) emitiu uma declaração que proíbe expressamente a produção ou publicação de GIFs dos jogos pela imprensa. Outra regra que gerou estranhamento foi a proibição da hashtag #Rio2016 imposta pela Delegação Americana.

O documento, que tem gerado polêmica, afirma que “o uso de material Olímpico transformado em gráficos animados como GIFs, GFY, WebM ou vídeos curtos como Vines e relacionados são expressamente proibidos". Mas por quê?

De acordo com o comunicado, a ideia é estabelecer normas para a cobertura do evento, o que tem despertado críticas severas pela mídia. A principal queixa é que o evento está passando por uma série de problemas de segurança e infraestrutura, e que ao invés de voltarem os esforços para a resolução dessas questões, o comitê está se preocupando com assuntos de pouca relevância.

O fato é que enquanto muitos querem realizar cobertura em diferentes formatos, para alcançar o público de formas mais interessantes, as novas regras acabam por afastar o acesso à informação. Para a comunidade internacional, esta limitação não tem qualquer justificativa tecnológica ou jornalística.

Fonte: TheNextWeb