TSE apura 95% dos votos do país em três horas com o uso de plataforma Linux

Por Redação | 08 de Outubro de 2012 às 12h01

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou na noite deste domingo (7) que, em apenas três horas, havia apurado cerca de 95% de todos os votos registrados por mais de 100 milhões de brasileiros em 5,6 milhões de municípios com a ajuda da plataforma Linux. As informações são da Info.

No primeiro turno do pleito de 2012, foram utilizadas mais de 450 mil urnas eletrônicas e cada uma delas roda um software de computação de votos com distribuição Linux, armazenando os dados em uma memória flash. O TSE considerou o uso da plataforma de código aberto mais segura para a apuração dos votos em 2008 e, desde então, todas as urnas são equipadas com o sistema.

Urna eletrônica

O uso das urnas biométricas em algumas cidades também ocorreu de forma tranquila, segundo o TSE

A agilidade da apuração se deve à total digitalização do sistema eleitoral, que está em vigor desde o ano 2000. Os votos computados em cada uma das urnas são redirecionados para um sistema seguro do Tribunal Regional Eleitoral e, logo em seguida, eles são retransmitidos para Brasília, onde está localizada a sede do TSE.

Mesmo com a digitalização, as urnas apuradas ainda emitem um relatório em papel com os dados da votação e com o nome de todos os candidatos que receberam votos através daquele aparelho. Esses relatórios são usados posteriormente em uma avaliação do sistema pelo órgão federal.

E neste ano, mais de 299 municípios brasileiros testaram pela primeira vez o uso da tecnologia de biometria na hora do voto, que usa a digital do eleitor para comprovar sua identidade e permite que ele siga para a cabine de votação. O uso das novas urnas biométricas foi considerado um sucesso pelo TSE, mas ainda não há previsão para a sua instalação em todo o país.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.