O que esperar da Gamescom 2013

Por Felipe Santana Felix | 20 de Agosto de 2013 às 14h45

A Gamescom é o maior evento de games do mundo. Sim, a feira que começa amanhã (21) é bem maior que a E3 em relação ao espaço de exposição, quantidade de expositores e publico envolvido. Sediado em Cologne, Alemanha, a "festa gamer" acontece em um dos maiores centros de convenção do mundo, o Koelnmesse.

A grande diferença entre a Gamescom e a E3 é o publico a quem se destina a convenção. Enquanto a E3 é dedicada à indústria, desenvolvedores, comerciantes e jornalistas, a Gamescom é totalmente focada no publico final, por isso o clima da feira e as atrações presentes são bem diferentes.

Levando isso em conta, vamos ao que a Gamescom 2013 tem a nos oferecer.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Gamescom

Games, muitos games

Em um ano onde as estrelas da E3 foram os consoles, a Gamescom deve traçar um caminho diferente. O que vende consoles são os games – alguns podem discordar, mas isso é fato para boa parte do público. É claro que, com a enorme quantidade de features presentes nas novas maquinas da Sony e Microsoft, certos compradores podem preferir uma característica aqui e outra ali, mas no final das contas são os games exclusivos que acabam coroando as máquinas.

Podemos esperar mais anúncios de jogos de ambas as empresas e um detalhamento maior das informações de alguns dos títulos já divulgados na E3. Por parte da Sony, The Order:1886, Infamous Secound Son e a grande queridinha da empresa Kill Zone: ShadowFall. Já com a Microsoft temos Dead Rising 3, Ryse: Son of Rome, Killer Instinct e o aguardado Fable Legends.

Das demais participantes da feira, Ubisoft, SquareEnix, Bethesda, Konami e demais desenvolvedoras não podemos esperar muita coisa em relação a novidades já que anunciaram boa parte dos títulos para este ano na E3. A única ressalva que podemos fazer é a Ubisoft, que já declarou à imprensa que irá anunciar uma nova franquia para a nova geração.

Mais sobre consoles

Na E3 deste ano a Microsoft acabou sendo muito criticada não só pelo público presente como também pela principal concorrente, a Sony. Na época a empresa defendia a total conectividade à internet de seu novo console, o uso obrigatório do Kinect e um sistema obrigatório de comércio de jogos usados – que não agradou a ninguém. De junho para cá, a empresa vem derrubando todos os elementos que não agradaram o publico, primeiramente se livrando do grande responsável pela lambança de comunicação entre empresa e publico – Dan Mattrick, o responsável pelas operações mundiais do Xbox. Após a saída do executivo, todas as características indesejáveis foram removidas do console, e agora o Xbox One não precisa mais estar conectado a todo tempo, jogos usados podem ser utilizados de forma livre e o Kinect não será mais obrigatório. Com este último elemento descartado, imagina-se que o Xbox One terá seu valor de venda reduzido, já que o periférico faz parte do pacote que no Brasil custará R$2.199. Logo esperamos algum anuncio da Microsoft em relação a isso.

Já a Sony, que vem afirmando que todos amam seu novo console, precisa anunciar definitivamente a data de lançamento de seu produto e colocar holofotes na integração entre PSVita e PS4. Dessa forma, se espera o anúncio de um Bundle do novo console que inclua o portátil tão menosprezado pelos videogameiros.

Tais anúncios têm a intenção de aparar as arestas para que o lançamento dos novos consoles saia redondo no fim do ano.

Nintendo

Infelizmente não sabemos o que esperar da Nintendo, ou podemos esperar muito pouco em relação a anúncios, pois mesmo com as baixas vendas do seu console de próxima geração, o Wii U, a empresa parece observar passivamente para ver o que vai acontecer no mercado após o lançamento das plataformas concorrentes. Na E3, a Big N optou por anunciar seus "novos" títulos no próprio chão da feira, deixando de lado as tradicionais conferências, e durante todo o ano optou por anunciar suas novidades em seu programa exclusivo, “Nintendo Direct". Dentre todas elas, até o momento, a grande novidade foi o novo Pokémon X & Y que, além de ter novos monstros de bolso e evoluções Mega, promete ser um marco na história da franquia por utilizar, pela primeira vez, gráficos em 3D. Por fim, é claro que na Gamescom, o personagem Mario não deixará de dar as caras.

League of Legends - Campeonato Brasileiro - Dia 02

eSports

Este ano a Gamescom será o palco de duas grandes etapas importantes para o Campeonato Mundial de League of Legends. Durante os primeiros dias da feira – 21, 22 e 23 – ocorrerá o torneio de novas regiões, onde a equipe campeã do Brasil, Pain.Razer, irá disputar contra mais 4 equipes – Lyon Gaming (América Latina), Dark Passage (Turquia), Team Immunity (Austrália) e GamingGear.eu (Lituânia). O prêmio é uma vaga para a fase de grupos do torneio mundial. Do dia 23 ao dia 25, as seis melhores classificadas da LCS Europa – Lemondogs, Fnatic, EG Raidcall, Gambit.BenQ, Ninjas in Pyjamas e Team Alternate - disputam o título de melhor time Europeu e as 3 primeiras serão classificadas para a fase de grupos do torneio mundial.

As partidas podem ser acompanhadas aqui.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.